Coronavírus

China realiza teste anal com cotonete para detectar coronavírus

De acordo com portais locais, o objetivo é conter o avanço da doença por conta do feriado do Ano Novo Lunar, onde muitos chineses viajam e circulam por diferentes cidades e países

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
China realiza teste anal com cotonete para detectar coronavírus

28 de janeiro de 2021 - 12:25 - Atualizado em 28 de janeiro de 2021 - 12:25

A China começou a realizar um teste anal com cotonete para detectar o coronavírus em algumas cidades, principalmente naquelas que possuem bairros com um número alto de infectados.

De acordo com portais locais, o objetivo é conter o avanço da doença por conta do feriado do Ano Novo Lunar, onde muitos chineses viajam e circulam por diferentes cidades e países.

Teste anal com cotonete para detectar coronavírus têm amostras mais precisas de carga viral

Segundo o estudo da Universidade Chinesa de Hong Kong, o teste anal se mostra mais efetivo pois as fezes tendem a carregar uma grande carga viral. No exame, um cotonete com solução salina é inserido de 3 a 5 cm por meio da extremidade anal. Em seguida, o cotonete é rotacionado para a coleta de material.

A princípio os testes ainda estão sendo realizados na fase inicial. Em Pequim, por exemplo, pessoas que moram em bairros com alto contágio tem passado pela nova amostra, além de viajantes que estão em quarentena obrigatória em hotéis e alguns estrangeiros.

Na web, alguns internautas tem afirmado que o novo formato de teste é um pouco humilhante. “Não é doloroso mas é muito humilhante“, disse um internauta no Weibo, rede social chinesa.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.