Coronavírus

Saiba como denunciar fura-filas da vacina contra a covid-19 no Paraná

As  denúncias podem ser feitas por telefone, e-mail, diretamente no portal do governo sobre o coronavírus ou no site da Controladoria-Geral do Estado

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com AEN
Saiba como denunciar fura-filas da vacina contra a covid-19 no Paraná
Foto: Eduardo Matysiak

30 de janeiro de 2021 - 08:09 - Atualizado em 30 de janeiro de 2021 - 08:12

Denúncias contra pessoas que receberam a vacina contra a covid-19 sem estar nos grupos prioritários, independente de serem servidores públicos estaduais ou não, já podem ser feitas no Paraná.

A orientação é que os denunciantes relatem as irregularidades pelos canais da Coordenadoria de Ouvidoria (Ouvidoria-Geral), da Controladoria-Geral do Estado (CGE), pelos telefones 0800 041 1113 e (41) 3883-4014, que atende pelo aplicativo Whatsapp. Pela Internet diretamente no portal www.coronavirus.pr.gov.br, em botão específico, ou no site da CGE (www.cge.pr.gov.br), na aba Ouvidoria. Por fim, também é possível enviar o material para ouvidoria@cge.pr.gov.br.

De acordo com o órgão, os dados serão passados para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que atua em parceria com o Ministério Público para coibir os desvios. Caso a denúncia se refira a um servidor do Poder Executivo Estadual, a informação também será levada à Coordenadoria de Corregedoria, para que o denunciado responda processo administrativo e seja punido, de acordo com o que prevê o Estatuto do Servidor.

“Passamos por um momento de consternação mundial, é inconcebível que alguém tente driblar o plano de vacinação. O planejamento identificou os grupos mais vulneráveis à doença e são esses que devem ser imunizados primeiro”, pontuou o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.