Coronavírus

Pessoas com sintomas de covid-19 em Curitiba devem ligar para central atendimento

A orientação da Secretaria Municipal da Saúde é que antes de procurar uma unidade de saúde ou hospital, a população ligue para 3350-9000

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com Prefeitura de Curitiba
Pessoas com sintomas de covid-19 em Curitiba devem ligar para central atendimento

20 de novembro de 2020 - 15:14 - Atualizado em 20 de novembro de 2020 - 15:18

A Secretaria Municipal da Saúde emitiu um alerta para que as pessoas que apresentarem sintomas de doença respiratória em Curitiba liguem primeiro para a Central de Atendimento no telefone 3350-9000, das 8h às 20h, em funcionamento todos os dias da semana, antes de procurarem postos de saúde ou hospitais. 

A administração municipal ressalta que todos os pacientes com sintomas respiratórios que procuram atendimento são testados para a covid-19. No entanto, a testagem precisa ser feita no momento certo para que o exame detecte a possível presença do novo coronavírus, ou seja, entre o terceiro e o quinto dia do início dos sintomas.

Telefone de atendimento covid-19 da Prefeitura de Curitiba

Durante o atendimento por telefone, o profissional irá avaliar o caso suspeito de covid-19 e dar o encaminhamento correto para o paciente da capital. A recomendação é para que pacientes com sintomas leves evitem as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), que são equipamentos destinados aos atendimentos de urgência e emergência. 

A central agenda os exames, faz as recomendações necessárias e ainda envia ao paciente o documento que comprova que ele deve fazer o isolamento. Essa declaração é usada para justificar a ausência no trabalho ou outro compromisso que a pessoa tenha.

UPAs Curitiba

De acordo com a secretaria, dados das nove UPAs de Curitiba, entre os dias 16 e 18 deste mês, mostram que os casos leves de pacientes com sintomas respiratórios são maioria entre os atendimentos. No dia 16, 52% dos pacientes que procuraram atendimento nas UPAs, com esses sintomas, eram casos leves. Nos dias 17 e 18, o índice subiu para 61%.

O levantamento mostra que todas essas pessoas poderiam ter sido atendidas pela central de atendimento da prefeitura de Curitiba e ter evitado filas, lotação e até o possível contágio para aqueles que não estavam de fato infectados pelo novo coronavírus.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.