Coronavírus

Com coronavírus, padre do Santuário do Perpétuo Socorro vai para UTI

De acordo com o boletim médico sobre a saúde do padre do Santuário do Perpétuo Socorro com coronavírus, “a situação é delicada”.

Lucas
Lucas Sarzi
Com coronavírus, padre do Santuário do Perpétuo Socorro vai para UTI
Foto: Divulgação.

7 de julho de 2020 - 20:21 - Atualizado em 7 de julho de 2020 - 20:26

O padre Celso Vieira da Cruz, diagnosticado com coronavírus, teve uma piora em seu quadro clínico. Segundo o Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em comunicado nesta terça-feira (7), o padre, que é o reitor do Santuário, foi transferido para a unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba.

O sacerdote testou positivo para o coronavírus e estava internado no quarto desde o último sábado (4). No domingo (5), após apresentar melhoras em seu estado de saúde, chegou a mandar uma mensagem de áudio para os paroquianos:

Segundo o Santuário, na segunda-feira (6), o quadro permanecia estável. Entretanto, nesta terça-feira, o hospital confirmou seu internamento na UTI. De acordo com o boletim médico informado ao superior provincial da congregação, padre Edilei Rosa Silva, “a situação é delicada”.

Redentoristas estão estáveis, mas continuam isolados

Ainda conforme o Santuário, os demais missionários redentoristas que moram na Casa Paroquial e também testaram positivo estão em isolamento. Padre Sérgio Lima e os seminaristas Willian Adriano e Cleverton Antonio Marques estão sendo medicados e têm sintomas leves.

“O Santuário agradece por todos aqueles que estão unidos pela fé com seu pastor e pede que intensifiquem as orações pela recuperação da saúde de padre Celso Cruz“, diz o comunicado do Santuário, que continua fechado até sexta-feira (10) para desinfecção.

No sábado (11) a igreja vai ser reaberta, mas apenas para visitação. A programação online continua normal.