Coronavírus

Confira quais regras passam a valer com os novos decretos em Londrina

Os decretos regulamentam a abertura do comércio e bares na cidade.

André
André Justus com informações N.Com
Confira quais regras passam a valer com os novos decretos em Londrina
Imagem: Reprodução/Arquivo N.Com/Vivian Honorato

25 de setembro de 2020 - 19:45 - Atualizado em 25 de setembro de 2020 - 19:45

Nesta sexta-feira (25), o prefeito Marcelo Belinati (PP) assinou os novos decretos em Londrina, no norte do Paraná, que regulamentam o horário de funcionamento do comércio assim como a reabertura dos bares, como medida protetiva ao coronavírus.

Segundo Belinati, a elaboração dos novos decretos foi norteada por critérios técnicos e científicos, assim como pelos resultados obtidos com as medidas restritivas anteriores, que estabeleceram o fechamento de estabelecimentos e áreas de lazer de Londrina durante duas semanas. Confira quais são as regras que passam a valer:

Bares

Os bares de Londrina podem retomar suas atividades, atendendo até às 22h e com 50% da capacidade total de atendimento. Porém, devem seguir o previsto no decreto 1.111/2020, que estabelece que, após o horário de fechamento, os estabelecimentos terão um prazo de 30 minutos para encerramento e recebimento de contas e saída de clientes, sendo proibida a entrada de outras pessoas e o recebimento de novos pedidos nesse período.

Os estabelecimentos que não seguirem as orientações serão fechados por uma semana.

Comércio

A partir da próxima segunda-feira (28), o comércio de Londrina funcionará das 10 às 17h, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, os estabelecimentos ficarão abertos das 9 às 13h. Já os shopping centers podem ficar abertos de segunda-feira a sábado, das 11 às 22h.

Áreas de Lazer

O decreto 1.110/2020 estabelece que os parques, praças, lagos, ciclovias, pistas de caminhada e áreas de lazer de Londrina continuam interditadas.

Eventos

Os eventos como churrascos, partidas de futebol e festas em chácaras seguem proibidos, com multa de R$ 10 mil para quem desrespeitar esta regra, acrescida de R$ 10 mil, cumulativamente, a cada reincidência.

“Os locais de risco são as baladas, as festas, os eventos em chácaras e os jogos de futebol. Os frequentadores desses eventos, que são em sua grande maioria jovens, ficam aglomerados por horas nestes lugares, sem usar máscaras”, ressaltou Belinati.

Uso de Máscaras

O uso de máscaras é obrigatório em locais públicos e no transporte coletivo, assim como no interior de estabelecimentos comerciais, sendo que o desrespeito a esta norma acarretará multa imediata de R$ 300.

Por fim, o prefeito de Londrina, em transmissão ao vivo nesta quinta-feira (24), destacou que a força-tarefa responsável pela fiscalização de infrações às regras de saúde e segurança continua em atividade.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!