Coronavírus

Novo decreto em Maringá impõe Lei Seca após às 17h e fechamento do comércio aos finais de semana

Até o momento, Maringá já confirmou 15.046 casos de coronavírus e 206 mortes, e a taxa de ocupação dos leitos de UTI do SUS é de 68%

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora com informações da Prefeitura de Maringá
Novo decreto em Maringá impõe Lei Seca após às 17h e fechamento do comércio aos finais de semana
Foto: reprodução assessoria

30 de novembro de 2020 - 12:50 - Atualizado em 30 de novembro de 2020 - 12:51

Para conter o aumento de casos de coronavírus, o novo decreto em Maringá, no noroeste do Paraná, proibiu a venda e consumo de bebidas alcoólicas após às 17h de segunda a sexta-feira, além da proibição total de venda e consumo aos finais de semana juntamente com o fechamento do comércio aos sábados e domingos.

A medida entra em vigor nesta terça-feira (1º), e deve valer até o dia 13.

Novo decreto em Maringá: pacto pela vida

De acordo com o prefeito Ulisses Maia, não se trata de apenas números.

“São pessoas. Famílias que estão perdendo seus entes queridos todos os dias. Vamos pensar no coletivo e nos colocar no lugar do outro. Ninguém está imune”, afirmouo o prefeito, que ainda lembrou que todas as decisões são orientadas por recomendação técnica da Secretaria de Saúde.

Veja quais as normas adotadas pelo novo decreto em Maringá:

  • O comércio de rua deve funcionar das 10h às 19h de segunda a sexta-feira;
  • Shoppings devem funcionar das 11h às 22h de segunda a sexta-feira;
  • Fica proibido a abertura de comércios e shoppings aos finais de semana;
  • Fica proibido o consumo e a compra de bebidas alcoólicas após às 17h de segunda a sexta-feira;
  • Fica proibido a venda ou consumo de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento aos finais de semana;
  • Supermercados devem funcionar de segunda-feira a sábado das 8h às 22h;
  • Nos supermercados e mercearias fica proibida a entrada de crianças menores de 12 anos e a recomendação para que pessoas acima de 60 anos não entrem nesses estabelecimentos;
  • Prestadores de serviço não essenciais podem atuar das 9h às 11h de segunda a sexta, e feiras todos os dias da semana, das 6h às 22 horas, sem consumo no local;
  • Estão suspensas a realização de missas e cultos religiosos de forma presencial. No entanto, as igrejas e secretarias poderão permanecer abertas para atendimento individualizado;
  • Toque de recolher das 23h às 5h com multa de R$ 200 por pessoa, além do infrator responder criminalmente com base em artigos do Código Penal Brasileiro;
  • Multa de R$ 10 mil para o estabelecimento e de R$ 1,5 mil para a pessoa que descumprir a Lei Seca;
  • Proibida a aglomeração em espaços públicos, com multa de R$ 500 para quem descumprir

Até o momento, Maringá já confirmou 15.046 casos de coronavírus e 206 mortes, e a taxa de ocupação dos leitos de UTI do SUS é de 68%.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.