Coronavírus

Confira o protocolo de segurança para retorno das missas em Londrina

Com o retorno das celebrações com a presença de fiéis a partir do dia 8 de agosto, cada celebração deve ter o número máximo de 30% da sua capacidade; as missas serão transmitidas on-line também

André
André Justus com informações Pascom
Confira o protocolo de segurança para retorno das missas em Londrina
Imagem: Divulgação/PASCOM

30 de julho de 2020 - 19:50 - Atualizado em 30 de julho de 2020 - 19:55

A Arquidiocese de Londrina publicou, nesta quinta-feira (30), o protocolo de segurança que deverá ser seguido por todas as paróquias com o retorno das missas presenciais, a partir do dia 8 de agosto. Conforme as orientações estaduais e municipais, cada celebração deve ter o número máximo de pessoas de 30% da capacidade da igreja e um intervalo de uma hora entre as celebrações para limpeza do local.

As paróquias também vão continuar com transmissões de celebrações on-line para que as pessoas dos grupos de risco possam participar, preservando assim sua saúde.

Confira algumas recomendações para as missas em Londrina:

  • É recomendado a não participação de idosos e vedamos a presença de crianças de até 12 anos, portadores de doenças crônicas (diabetes insulino dependentes, cardiopatia crônica, doenças respiratórias crônicas graves, imunodepressão, etc) e gestantes de risco.
  • O uso da máscara é obrigatório.
  • As Igrejas deverão ter, no máximo, 30% de sua capacidade de pessoas. O distanciamento entre os fiéis deve ser de 2 (dois) metros.
  • Disponibilizar álcool em gel/líquido 70% em todas as entradas.
  • As janelas deverão estar sempre abertas para ventilação.
  • Após cada celebração, higienizar os assentos.
  • Bebedouros de pressão deverão ser vetados. Sugere-se que cada pessoa traga a sua garrafa de água.
  • Não se utilizem folhetos litúrgicos e de cantos neste período.
  • Desativar pias e dispensadores de água benta.
  • Para a equipe de canto, manter o distanciamento de dois metros e equipamentos individuais. Enquanto não estiver atuando use a máscara.
  • Os Ministros em idade de risco não deverão atuar neste período.
  • Os fiéis higienizem as mãos com álcool antes de receber a Eucaristia. Para a distribuição da comunhão, preferencialmente fazê-la de modo que as pessoas não se movimentem e nem formem fila, portanto, o Ministro vá até elas.
  • Batismos e Casamentos sejam realizados com um número de pessoas que resguarde o distanciamento social até o máximo de 30% da capacidade da Igreja.
  • O trabalho de transmissão de celebrações deve ser continuado.

O protocolo inteiro pode ser acessado no site da Arquidiocese de Londrina.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!