Coronavírus

Médico é demitido após roubar nove doses de vacina contra o coronavírus

O médico pode pegar um ano de prisão e ser multado em R$ 21 mil

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Médico é demitido após roubar nove doses de vacina contra o coronavírus

24 de janeiro de 2021 - 12:37 - Atualizado em 24 de janeiro de 2021 - 12:37

Um médico identificado como Hasan Gokal foi demitido após roubar nove doses da vacina contra o coronavírus em Harris, no Texas, nos Estados Unidos (EUA). De acordo o jornal New York Post, o crime foi descoberto após o médico comentar o furto com um colega de trabalho.

“Ele abusou de sua posição para colocar seus amigos e familiares na linha na frente das pessoas que haviam passado pelo processo legal para estar lá. O que ele fez foi ilegal e ele será responsabilizado perante a lei”, disse Kim Ogg, promotor do caso.

Médico usou vacinas contra o coronavírus para imunizar familiares

Segundo o advogado do médico, Hasan pegou os imunizantes porque eles perderiam a validade. “Dr. Gokal é um servidor público dedicado que garantiu que as dosagens da vacina Covid-19, que de outra forma expirariam, fossem para os braços de pessoas que atendiam aos critérios para recebê-la”, disse o advogado a emissora de TV local KHOU11.

O médico pode pegar um ano de prisão e ser multado em R$ 21 mil.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.