Coronavírus

Hospital Universitário de Londrina passa a atender pacientes do SUS com sequelas da Covid-19

Apesar da cura, a lesão de órgãos pode persistir nos pulmões, coração, cérebro e rins, mesmo que sejam apenas sintomas leves.

André
André Justus
Hospital Universitário de Londrina passa a atender pacientes do SUS com sequelas da Covid-19
Imagem: Reprodução/Agência UEL

22 de outubro de 2020 - 19:12 - Atualizado em 22 de outubro de 2020 - 19:12

O serviço de Pneumologia do Hospital Universitário de Londrina, no norte do Paraná, começou a atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que, mesmo após o diagnóstico de cura, continuam tratando sintomas da doença, como sequelas pulmonares, no coração, no cérebro e nos rins.

A síndrome ‘pós-Covid’ está sendo atendida no ambulatório do Hospital da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Os pacientes com sintomas persistentes e que caracterizam a síndrome são atendidos por profissionais de saúde que acompanham as sequelas respiratórias, com monitoramento especializado e exames da imagem e função pulmonar.

O serviço é a segunda iniciativa em hospital público no Paraná, seguindo todas as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Com este ambulatório, o Hospital Universitário fecha o ciclo de cuidados com os pacientes da Covid-19, oferecendo tratamento em todas as fases da doença.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.