Saúde

Greca formaliza compra de vacinas produzidas pelo Instituto Butantan

No início de dezembro o prefeito de Curitiba já havia sinalizado interesse na compra da CoronaVac por São Paulo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Greca formaliza compra de vacinas produzidas pelo Instituto Butantan
(FOTO: REPRODUÇÃO/ TWITTER)

17 de dezembro de 2020 - 11:21 - Atualizado em 17 de dezembro de 2020 - 11:21

O prefeito de Curitiba, Rafel Greca, e o governador de São Paulo, João Dória, oficializaram nesta quinta-feira (16) o acordo para aquisição de doses da CoronaVac, produzidas pelo Instituto Butantan, para a capital paranaense. Em uma vídeo chamada, publicada no Twitter de Dória, Greca exibe o termo do acordo e agradece a parceria com o estado vizinho.

“Eu agradeço ao Instituto Butantan a formalização do nosso acordo e desejo que o grande esforço de São Paulo, que se desdobre também na Fiocruz, no Rio de Janeiro, e em todos os laboratórios que sejam eficazes e capazes de fornecer à imensa população brasileira a possibilidade da imunização”, agradeceu Rafael Greca.

No vídeo, Dória também agradece a confiança de Greca em fechar parceria com o Instituto Butantan, que irá produzir doses da CoronaVac. O governador de São Paulo ainda destacou que os primeiros beneficiados serão os profissionais de saúde, que estão salvando vidas.

“Greca, muito obrigado. Você foi um dos primeiros a fazer a opção pela vacina do Butantan para vacinar os profissionais de saúde de Curitiba. Os nossos heróis de todo o Brasil, que estão salvando vidas e protegendo as pessoas e salvando milhares de vidas em todo o país”, disse João Doria.

Assista ao vídeo:

CoronaVac em Curitiba

No dia 7 deste mês, Rafael Greca já havia anunciado que buscaria uma parceria para adquirir as vacinas produzidas em São Paulo.

“Se a Anvisa permitir renovo o meu interesse em adquirir esta (Coronavac) e qualquer outra vacina que for disponibilizada. Curitiba compactua ao esforço para que o Brasil tenha um amplo pano nacional de imunização da população para libertar o país o mais rápido possível desta provação”, declarou o prefeito Rafael Greca.

As tratativas de quantidades de doses ainda serão definidas pela Prefeitura Municipal de Curitiba, que vai iniciar o plano de vacinação priorizando os profissionais de saúde da cidade.