Saúde

Festa clandestina com mais de 120 pessoas é interrompida no Vila Hauer, em Curitiba

No local, conforme a GM, os 122 participantes presentes foram orientados a retornar às suas casas uma vez que está em vigência o toque de recolher entre 23h e 5h da manhã

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora com informações da Prefeitura de Curitiba
Festa clandestina com mais de 120 pessoas é interrompida no Vila Hauer, em Curitiba

5 de dezembro de 2020 - 12:49 - Atualizado em 5 de dezembro de 2020 - 12:49

Na noite desta sexta-feira (4), a Guarda Municipal (GM) interrompeu uma festa clandestina em Curitiba, na Vila Hauer, com aproximadamente 122 pessoas.

De acordo com a GM, a denúncia da festa chegou via 153, e estava sendo realizada num salão de festas comercial na rua Marechal Floriano.

Festa clandestina em Curitiba: participantes foram orientados a retornar às suas casas

A festa foi interrompida com base no decreto municipal 1640, que dispõe sobre medidas restritivas a atividades e serviços para o enfrentamento da Emergência em Saúde Pública, de acordo com o quadro epidêmico do novo Coronavírus (COVID-19) e a situação de Risco Médio de Alerta – Bandeira Laranja, conforme Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba.

No local, conforme a GM, os 122 participantes presentes foram orientados a retornar às suas casas uma vez que está em vigência o toque de recolher entre 23h e 5h da manhã, segundo o decreto estadual 6294, que também dispõe sobre medidas restritivas de combate à COVID-19.

Além de interditar a festa clandestina, a Guarda Municipal registrou um Boletim de Ocorrência número 53,410/2020, e deu ciência ao proprietário. Na sequência, a Prefeitura Municipal de Curitiba tomará as medidas administrativas e jurídicas cabíveis para punir o infrator.

Outros seis estabelecimentos foram interditados

Na operação Aifu Covid de noite de sexta-feira (4) ainda foram realizadas 14 fiscalizações em diferentes bairros. Ao todo, seis estabelecimentos foram interditados por não atenderem ao Decreto Nº 1600/2020 e/ou Resolução 1/2020.

Conforme a Aifu, tiveram as atividades paralisadas: um bar e lanchonete na Vila Izabel, um bar e restaurante no Água verde , um restaurante e churrascaria no Portão, duas casas noturnas no Centro e Bom Retiro, um restauranre no Uberaba.

Entre os locais interditados, uma casa noturna no Bom Retiro foi notificada por Comércio Irregular.

Oito locais que haviam sido denunciados pela população e estavam no roteiro da Aifu estavam fechados (sem atividade) no momento da ação de fiscalização.