Coronavírus

Brasileiro pode contestar negativa do auxílio emergencial via Dataprev

Canal pode ser utilizado para contestações referentes a atualização de dados cadastrais para o recebimento do benefício

Guilherme
Guilherme Barchik Com informações do R7
Brasileiro pode contestar negativa do auxílio emergencial via Dataprev
(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

5 de agosto de 2020 - 07:25 - Atualizado em 5 de agosto de 2020 - 07:26

O governo abriu mais um canal de comunicação para os brasileiros que quiserem contestar a análise do pedido de recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, concedido para enfrentamento da crise financeira decorrente da pandemia do novo coronavírus. Aqueles que tiveram o pedido negado podem contestar pelo site da Dataprev.

Basta o cidadão entrar no site da Dataprev, inserir informações pessoais como: nome completo, data de nascimento, nome da mãe e CPF. Após essa etapa, aparecerá o botão de “contestação” para fazer o novo pedido.

Esse canal, no entanto, é indicado para casos específicos, referentes a atualização de dados cadastrais. Ele pode ser usado quando uma pessoa era menor de idade e completou 18 anos recentemente; para cidadãos que eram servidores públicos ou militares, mas perderam esse vínculo com o Estado; e para pessoas que perderam o emprego e não têm direito a auxílio-desemprego ou não recebem o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda.

Mais de 108,9 milhões de cadastros já foram processados pela Caixa. Ao todo, mais de 66,9 milhões de pessoas receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal. Segundo dados de segunda-feira (3), da Caixa Econômica Federal, 438,5 mil estão em reanálise.