Coronavírus

Centro de vacinação em Curitiba registra aglomeração e prefeitura suspende imunização

Nesta semana, o Ministério Público do Paraná recomendou que a Prefeitura de Curitiba descentralize a vacinação contra a Covid-19

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Centro de vacinação em Curitiba registra aglomeração e prefeitura suspende imunização
(Reprodução/Redes sociais)

28 de janeiro de 2021 - 19:20 - Atualizado em 28 de janeiro de 2021 - 19:20

A Prefeitura de Curitiba suspendeu a imunização contra a Covid-19 no fim da tarde desta quinta-feira (28). A decisão foi tomada depois que o Centro de Eventos Positivo, chamado pelo prefeito Rafael Greca (DEM) de ‘Pavilhão da Cura’, no Parque Barigui, registrou aglomeração e uma imensa fila para imunização.

“Aqueles que tinham horários agendados para a noite desta quinta-feira não devem ir ao local e aguardar novas orientações”, diz uma nota da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba.

Aglomeração

Nesta quinta-feira, ao longo do dia, uma longa fila de profissionais da saúde se formou no Centro de Eventos Positivo, gerando protestos no local e nas redes sociais.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde diz que orientou alguns hospitais a direcionarem os profissionais ao pavilhão para receber a vacina e afirmou ter reforçado a equipe de vacinação para agilizar o atendimento no local.

“Para não haver prejuízo da imunização, a SMS fez a convocação por hospitais, o que gerou maior procura em horários específicos, como o horário de almoço. Embora haja grande demanda, o tempo de atendimento é inferior a uma hora. A SMS também já está trabalhando na resolução da inconsistência do sistema”.

Ainda segundo a secretaria, diante do alto número de profissionais que não compareceram no horário agendado na quarta-feira (27), a prefeitura decidiu fazer o contato com os hospitais para agilizar o fluxo da vacinação.

“A SMS reforça que a vacinação não está aberta para procura direta. Neste momento apenas profissionais de saúde dos hospitais estão sendo imunizados. Devem comparecem ao local apenas os profissionais com agendamento e aqueles que forem comunicados por suas chefias para se deslocar ao centro de vacinação, seguindo os horários indicados”, afirmou a SMS em outra nota.

No início da semana, o Ministério Público Estadual já havia recomendado à prefeitura de Curitiba a descentralização da vacinação contra a Covid-19.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.