Coronavírus

Associação de juízes promete vacina para associados e familiares por R$ 800

A entidade vai arcar com o custo da vacina para os seus 185 juízes. Já seus familiares, até oito de cada um, pagarão R$ 800 pelas duas doses

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Associação de juízes promete vacina para associados e familiares por R$ 800
Médico com dose da Covaxin em Ahmedabad, na Índia

29 de janeiro de 2021 - 17:37 - Atualizado em 29 de janeiro de 2021 - 17:37

A Associação dos Juízes Federais do Rio Grande do Sul (Ajufergs) encaminhou ofício a seus associados nesta terça-feira (26) garantindo a compra de vacinas contra covid-19 para 185 juízes associados e até oito familiares de cada um.

Os magistrados terão a vacina custeada pela associação, e os familiares pagarão R$ 800 pelas duas doses. A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.

“A Ajufergs vai adquirir as doses necessárias para a vacinação de todos os associados contra a covid-19, em conformidade com o processo de compra da vacina Covaxin, já iniciado pela Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC)”.

A Covaxin é produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech. O imunizante faz parte do lote de 5 milhões de doses que a Associação Brasileira das Clínicas de Vacina (ABCVAC) e importadora Precisa estão trazendo para o Brasil. 

“Tendo em vista a provável demora na vacinação por meio do SUS, bem como o fato de que a maioria dos associados não se enquadra nos grupos prioritários, entendeu-se justificada a compra das vacinas neste momento, visando à mais rápida imunização dos associados, ainda que não exista certeza acerca da aprovação junto à Anvisa e da data da efetiva disponibilização da vacina Covaxin”, explica a direção da Ajufergs.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.