Coronavírus

Veja o que abre e fecha durante o final de semana, em Londrina

Para não perder a viagem, o Portal RIC Mais organizou tudo para você

André
André Justus
Veja o que abre e fecha durante o final de semana, em Londrina
Imagem: Reprodução/Pexels

10 de julho de 2020 - 13:31 - Atualizado em 10 de julho de 2020 - 14:02

Muitos londrinenses seguem com dúvidas sobre o que abre e fecha em Londrina, de acordo com o Decreto nº 4942/20, publicado pelo governador Ratinho Junior (PSD).

Desde segunda-feira (6), algumas atividades foram suspensas em toda a regional de Londrina. Enquanto isso, os serviços e atividades essenciais listados seguem abertos e devem respeitar as regras rígidas de higiene e distanciamento social, observando as medidas de controle sanitário do decreto.

O que abre em Londrina?

  • Mercado, supermercados, panificadoras, frutarias e mercearias: funcionam apenas no sábado (10), das 7h às 21h, sendo que o fluxo de clientes deve se limitar a 30% da capacidade total, devendo ser controlado com a distribuição de senha. O acesso é limitado a uma pessoa por família e crianças menores de 12 anos terão a entrada proibida.
  • As lanchonetes e restaurantes poderão prestar atendimento somente pelo drive-thru, delivery e retirada no balcão.
  • Comércio de alimentos para consumo animal:  funcionam apenas no sábado, das 7h às 21h, respeitando o distanciamento social. Permite ingresso de uma pessoa por família e fica proibida a entrada de crianças menores de 12 anos.
  • Lojas de conveniência de postos de combustíveis: Fica suspenso o comércio de bebidas alcoólicas, sendo possível apenas a venda de alimentos. Proibido o consumo de alimentos no local, pode funciona sábado e domingo.
  • Feiras livres

Algumas atividade essenciais que também vão abrir:

  • Assistências à saúde (serviços médicos, odontológicos, fisioterápidos, laboratoriais, farmacêuticos e hospitalares;
  • Serviço de táxi de transporte remunerado privado de passageiros;
  • Telecomunicações e internet;
  • Call centers e telemarketing;
  • Lavanderias e serviços de limpeza;
  • Farmárcias e drogarias;
  • Clínicas veterinárias;
  • Lotérias;
  • Serviços postais;
  • Postos de combustíveis: distribuição e comercialização de combustíveis;
  • Estacionamentos;
  • Lojas de assistência técnica e venda de celulares e smartphones;
  • Chaveiros;

E o transporte público em Londrina?

O sistema de transporte público deverá atender com prioridade passageiros que trabalhem em serviços considerados essenciais, com até 65% da capacidade das 5 horas às 8 horas e das 15h30 às 19h30. Nos demais períodos do dia, poderá atender 55% da sua capacidade.

E o que fecha em Londrina?

  • Bares e atividades similares;
  • Estabelecimentos de entretenimento (com ou sem música), casas de festas, de eventos ou recepções, teatros, cinemas;
  • Shopping Centers: Alguns serviços essenciais estão sendo prestados, no Shopping Catuaí, e há opção de drive thru para compras em lojas, no Boulevard Londrina Shopping);
  • Galerias comerciais: Apenas serviços essenciais funcionam;
  • Comércio de rua;
  • Salões de Beleza, barbearia, clínicas de estética;
  • Clubes sociais e esportivos;
  • Academias de ginástica;
  • Parques, praças, passeios públicos, como Lago Igapó
  • Banho, tosa e estética de animais.
  • Lojas de departamento;
  • Motéis;
  • Floriculturas;
  • Autoescolas;
  • Demais atividades econômicas não essenciais.

Abre ou fecha as atividades religiosas?

Os eventos religiosos poderão ser promovidos de modo on-line, sendo proibido os encontros presenciais, respeitando a Resolução 856/2020.

E se não cumprir?

Os estabelecimentos que decidirem pelo não cumprimento do decreto poderão ser multados. A multa pode ser de R$ 106,60 (uma Unidade Padrão Fiscal do Paraná) a R$ 533,00 para pessoas físicas; e de R$ 2.132,00 a R$ 10.660,00 para pessoas jurídicas.

O valor pode duplicar em caso de reincidência.