Coronavírus

Coronavírus transmissão: existe contágio durante as relações sexuais?

Por ser um vírus novo, ainda existem muitas questões sem resposta sobre o coronavírus transmissão. Será que a Covid-19 é sexualmente transmissível? Confira.

Larissa
Larissa especial e exclusivo para o RIC Mais
Coronavírus transmissão: existe contágio durante as relações sexuais?

27 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 27 de abril de 2020 - 00:00

Por ser um vírus novo na espécie humana, ainda existem muitas questões sem resposta sobre o coronavírus transmissão. Um dos pontos que ainda gera muitas dúvidas é se existe contágio durante as relações sexuais. Será que a Covid-19 é sexualmente transmissível? Confira.

As formas de transmissão do vírus

Os vírus são agentes que conseguem permear entre diferentes organismos, e por isso podem ser transmitidos de variadas formas. De acordo com todos os estudos feitos até hoje, a principal forma que ocorre o coronavírus transmissão é por meio da secreção de vias respiratórias, que geram gotículas que se espalham pelo ar e sobrevivem por dias.

Outros tipos de vírus não são transmitidos pelo ato sexual, mas ainda é muito cedo para afirmar que a Covid-19 em específico também se comporte desta maneira. Além do mais, em uma relação sexual normalmente ocorrem outras situações nas quais o novo coronavírus pode ser transmitido. Confira no tópico a seguir.

As consequências do contato sexual

Não existem estudos conclusivos sobre o coronavírus transmissão por fluidos genitais. Mas a questão que torna a contaminação provável é que durante o ato também há contato físico próximo, além do beijo que envolve a troca de saliva.

Ou seja, grande parte do risco de transmissão da Covid-19 nas relações sexuais ainda se dá pela troca de secreção das vias respiratórias e o contato físico direto. A princípio a contaminação sexual não deve ser estudada, já que há outros fatores em primeiro plano e o contato íntimo oferece também outras oportunidade para a transmissão do vírus.