Coronavírus

Coronavírus: Londrina decreta fechamento de áreas públicas

Guilherme
Guilherme Barchik com informações da Prefeitura de Londrina
Coronavírus: Londrina decreta fechamento de áreas públicas
Foto: Fabiola Vicençoni / RIC Record TV, Londrina

4 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:44

A Prefeitura de Londrina, norte do Paraná, decretou, nesta sexta-feira (3), a continuidade do fechamento de estabelecimentos comerciais e indústrias no município, como medida de prevenção e segurança no enfrentamento ao coronavírus. Também está decidido o fechamento e a proibição de permanência de pessoas em praças públicas, pistas de caminhada, parques e parquinhos, incluindo espaços tradicionais como o Lago Igapó e o Zerão, com validade até 12 de abril.

Os anúncios foram feitos por transmissão online ao vivo, disponível para acesso no Facebook da Prefeitura.

Foto: Fabiola Vicençoni / RIC Record TV, Londrina

De acordo com o Prefeito Marcelo Belinati, as ações restritivas decretadas visam reduzir ao máximo a aglomeração e circulação de pessoas, em um momento no qual a cidade agora tem morte registrada e começa a ter a transmissão comunitária da doença, ou seja, quando o contágio passa a ocorrer sem que seja mais possível rastrear ou conhecer a origem de transmissão do vírus.

“Pedimos a compreensão de todos os comerciantes e empresários neste momento. Sabemos que a situação é difícil e gera temores, mas agora é hora de preservar e salvar vidas. Nos locais públicos também ainda havia muita gente circulando e não respeitando as orientações de distância mínima, então é também é necessário intensificar a vigilância”, pontuou.

Marcelo disse que as duas próximas semanas podem vir a ser o período de pico de contágio do coronavírus. Ele reforçou a importância do isolamento social.

“Mais do que nunca, essa medida se torna imprescindível para que possamos conter a circulação do vírus e achatar essa curva de contágio. Esperamos que as pessoas tenham consciência e bom senso, mantendo os cuidados”, acrescentou.

Prefeitura confirma primeiro óbito do Covid-19

A primeira morte por infecção do Covid-19 em Londrina foi confirmado na tarde de hoje (3). Um homem de 37 anos, engenheiro eletricista, com histórico recente de viagem para São Paulo. Ele apresentava doenças de base associadas que o colocavam no grupo de risco, como hipertensão, obesidade e diabetes. O paciente deu entrada em hospital particular, em 26 de março, e foi encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em 30 de março, vindo a falecer nesta sexta-feira(3).

O prefeito de Londrina lamentou o falecimento do jovem, ocasionada pela doença. “Lamentamos muito o óbito deste jovem rapaz que infelizmente perdeu a vida hoje, e desejamos força e conforto aos familiares”, afirmou.

Londrina registra 36 casos do coronavírus

A cidade agora conta com 36 casos confirmados da doença. Deste total, estão em isolamento domiciliar 15 pacientes e outros 15 permanecem internados em UTI. Cinco pessoas já foram consideradas recuperadas, após tratamento em quarentena, acompanhamento e alta médica. Depois do resultado de exames, 340 casos foram descartados e 79 estão sob investigação. Destes casos suspeitos, 68 são de pessoas internadas em hospitais da cidade, dos quais 67 adultos, sendo 49 em enfermaria e 18 em UTI. E há uma criança internada em leito de enfermaria.