Brasil

Coronavírus: brasileiros são liberados de quarentena em Anápolis

Quarentena é um protocolo internacional para evitar a disseminação da doença no Brasil

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora com informações da Agência Brasil
Coronavírus: brasileiros são liberados de quarentena em Anápolis
Foto: Marcelo Casal, da Agência Brasil

23 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2020 - 00:00

Os 58 brasileiros que estavam em quarentena por conta do coronavírus foram liberados da Base Aérea de Anápolis neste domingo (23), quatro dias antes do previsto.

Antes de embarcarem em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para suas cidades, os brasileiros participaram de um café da manhã de despedida com a presença do ministro da Defesa, Fernando Azevedo; do governador de Goiás, Ronaldo Caiado; e do prefeito de Anápolis, Roberto Naves.

Coronavírus: brasileiros foram liberados de quarentena; veja pra onde vão agora

De acordo com o ministro Fernando Azevedo, o sentimento é de orgulho e de missão cumprida.

Além disso, durante a cerimônia de despedida Azevedo agradeceu a todos que participaram do acolhimento ao grupo de repatriados durante a Operação Regresso à Pátria Amada Brasil.

Repatriados não estão infectados pelo coronavírus

A liberação dos brasileiros foi feita após a confirmação de que os repatriados não estão infectados pelo novo coronavírus.

Cada um dos repatriados recebeu uma declaração do Ministério da Saúde informando o estado de saúde livre da doença pelo novo coronavírus (Covid-19).

Conforme o Ministério da Defesa, o grupo será apoiado por aeronaves da FAB, “em aproveitamento de voos de transporte logístico de material e de militares”.

Os destinos são:

  • Distrito Federal

20 passageiros, sendo nove militares, um profissional do Ministério da Saúde, um profissional da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e nove repatriados.

  • São Paulo

13 passageiros, sendo 11 repatriados, um militar e uma integrante do Ministério da Saúde.

  • Rio de Janeiro

11 militares.

  • Paraná

Cinco repatriados.

  • Santa Catarina

Quatro repatriados.

  • Minas Gerais

Três repatriados.

  • Pará

Uma repatriada

Por fim, dois repatriados transportados para Brasília vão seguir em voos comerciais para o Maranhão e para o Rio Grande do Norte. Um repatriado permanecerá em Anápolis (GO).

Operação Regresso

No dia 5 de fevereiro duas aeronaves da Força Aérea Brasileira partiram para Wuhan. Entre brasileiros e familiares de outras nacionalidades, 34 chegaram ao país no dia 9 de fevereiro.

Além dos repatriados, 24 profissionais que fizeram parte do resgate também estavam cumprindo a quarentena inicialmente prevista para durar 18 dias.

O procedimento é um protocolo internacional para evitar a disseminação da doença no Brasil. Até o momento, não há registro de casos da doença no país.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.