Internacionais

Congressistas pedem a Trump que consulte Parlamento antes de guerra com o Irã

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

4 de janeiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 4 de janeiro de 2020 - 00:00

Congressistas do Partido Democrata e alguns republicanos pediram nesta sexta-feira, 3, ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que consultasse o Congresso antes de aumentar as hostilidades ao Irã, após um ataque americano ter matado ontem o general iraniano Qassem Soleimani e despertado preocupações sobre uma guerra mais ampla na região.

“Não devemos entrar em guerra com o Irã com base em uma decisão presidencial sem consulta ao Congresso”, disse o senador democrata Tim Kaine. Ele chamou Soleimani de “assassino desprezível”, mas disse que a pergunta é “se os EUA devem se envolver em outra guerra desnecessária no Oriente Médio”.

Somente o Congresso pode declarar formalmente guerra, de acordo com a Lei de Poderes de Guerra de 1973. Para passar o projeto, o Senado precisaria de uma maioria simples de 51 senadores. Nesse caso, se a Câmara dos Representantes aprovar uma resolução idêntica por maioria de votos, o projeto ainda estaria sujeito a um veto presidencial. Fonte: Dow Jones Newswires