Brasil

Comitê de crise diz que ar passou por inspeção na véspera de incêndio

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

9 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 9 de fevereiro de 2019 - 00:00

Incêndio destruiu o alojamento do Centro de Treinamento do Flamengo e deixou dez pessoas mortas. Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

Na segunda-feira (28), ar passou por inspeção, mas devido às chuvas da quarta (6), equipamento precisou de nova inspeção em véspera de tragédia

O comitê de crise do Flamengo organizou duas reuniões neste sábado (9), na sede do clube, no Rio de Janeiro. Uma delas tem como objetivo tratar do apoio dado às famílias das vítimas que morreram e ficaram feridas após o incêndio que atingiu o centro de treinamento em Vargem Grande, na zona oeste da cidade. 

De acordo com a Record TV, os dirigentes do clube discutem desde o início da manhã o apoio às família com o reconhecimento das vítimas ao traslado dos corpos e apoio psicicológico. A segunda reunião conta com a partipação do vice-presidente de patrimônio histórico, Alexandre Wrobel, que explica as obras e a idealização do centro de treinamento.

Na reunião, os dirigentes afirmaram que, na segunda-feira (28), foi realizada uma inspecção no ar condicionado do centro de treinamento, mas devido às fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro na quarta-feira (6), uma nova inspeção teria sido realizada no ar condicionado. 

 

Uma nova reunião está marcada para às 14h. Outra informação é que um novo alojamento estaria pronto para os adolescentes e eles deveriam se mudariam no início da proxima semana. Os dirigentes do clube montaram um gabinete de crise na sede do Flamengo para discutir assuntos referentes à tragédia.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.