Futebol

Com contrato até abril de 2022, César não deve renovar com o Flamengo

Gazeta
Gazeta Esportiva

22 de outubro de 2021 - 21:04 - Atualizado em 22 de outubro de 2021 - 21:15

Último remanescente da equipe campeã da Copa São Paulo de 2011, o goleiro César deve se despedir em breve do Flamengo. Com contrato somente até abril de 2022, o atleta de 29 anos não deve renovar com o Rubro-Negro.

Atualmente, César é apenas a quarta opção do elenco para o gol, atrás do titular Diego Alves, de Gabriel Batista e Hugo Souza. Além disso, com salário superior a R$ 100 mil mensais, tem um custo alto para o clube.

Sua saída quase aconteceu no início do ano, quando seu empréstimo para o Atlético-GO já estava acertado. Entretanto, o goleiro rompeu o ligamento cruzado do joelho e teve de passar por uma cirurgia. Após meses de recuperação, César está à disposição do técnico Renato Gaúcho, mas não vem recebendo oportunidades.

César faz parte de uma geração que não vingou apesar do sucesso nos juniores. Atletas como Adryan, Frauches, Rafinha, Thomás, Muralha, Negueba e Mattheus, filho do tetracampeão Bebeto.

Ao todo, César defendeu o Flamengo em 71 jogos e participou das campanhas dos principais títulos do clube nos últimos anos. É pentacampeão carioca, campeão da Copa do Brasil, bicampeão brasileiro, campeão da Libertadores, da Recopa Sul-Americana e da Supercopa do Brasil.

A partir de 1 de novembro, César estará livre para assinar um pré-contrato com qualquer clube.