Agronegócio

Coluna RIC Rural

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

27 de março de 2013 - 00:00 - Atualizado em 27 de março de 2013 - 00:00

Apesar de o país colher neste ano uma safra recorde de 185 milhões de toneladas de grãos, os preços dos alimentos foram o principal foco de pressão inflacionária nos últimos 12 meses. Daqui para frente, o comportamento dos preços do tomate, da batata, do arroz e do feijão será o fiel da balança na decisão do Banco Central (BC) de aumentar os juros básicos para que a inflação não supere o teto da meta de 6,5% prevista para este ano. (AE)

Recursos

Recursos de R$ 175 bilhões para financiamento de custeio agrícola e redução dos juros do crédito rural de 5,5% para 4%. Essas e outras reivindicações do setor produtivo do Paraná foram apresentadas na manhã desta terça-feira (26/03), em Curitiba, ao secretário nacional de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller. O encontro foi promovido pela Seab, Faep, Ocepar e Apepa, Associação Paranaense das Empresas de Planejamento Agropecuário. (Ocepar)

 FAO

Com o objetivo de fortalecer cooperação com outros países foi instalado no Paraná o primeiro escritório descentralizado da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação). Segundo o representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, Curitiba foi escolhida para ser sede na região Sul, pelo fato da agricultura do Paraná ter uma capacidade técnica de destaque, especialmente na agricultura familiar e no cooperativismo. O representante fez questão de lembrar que este escritório é o primeiro no mundo, fora das capitais dos países e será uma experiênci  para expandir a ideia por outros estados e também continentes.(Ocepar)

 Umuarama

E na região de Umuarama muita chuva neste mês, causando erosão em muitas áreas de milho recém implantadas. A colheita da soja de verão praticamente se encerrou, faltando poucas lavouras para colher, e o plantio do milho safrinha está na mesma situação, com poucas áreas para plantar. O arroz irrigado também está faltando pouco para encerrar a colheita, e isto só não aconteceu ainda porque as áreas foram inundadas. ( SEAB)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.