Internacionais

Asilo é acusado de criar clube de luta entre idosos

O asilo afirmou que as funcionárias foram demitidas assim que a gerência foi informada sobre as denúncias

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora

15 de outubro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 15 de outubro de 2019 - 00:00

Funcionárias de um asilo estão sendo acusadas de criarem um clube da luta entre idosos que vivem na casa de repouso Danby House, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos (EUA).

Após investigação, as responsáveis pelo asilo foram presas, e de acordo com o canal norte-americano Fox News, todos colocados no “clube de lute” sofriam de demência.

Clube de luta entre idosos: entenda o que asilo fazia com moradores de casa de repouso nos Estados Unidos

Marilyn Latish McKey, 32, Tonacia Yvonne Tyson, 20, e Taneshia Deshawn Jordan, 26, foram presas na última sexta-feira (11). Para decretar a prisão das mulheres, a acusação apresentou imagens que mostram duas idosas, de 73 e 70 anos, em luta corporal.

clube de luta entre idosos

Foto: Reprodução/Fox News

Durante a gravação, uma das vítimas grita por ajuda, mas as mulheres insistem que a luta continue.

“Nós precisamos ter uma atenção especial quando tratamos de casos que lidam com pessoas que não podem se defender”, afirmou o tenente Gregory Dorn, responsável pela investigação.

Em nota, o asilo afirmou que as funcionárias foram demitidas assim que a gerência foi informada sobre as denuncias. “Treinamento adicional e um processo de verificação mais rigoroso foram adotados para os novos funcionários da nossa casa de repouso“.