Lucas
Lucas Sarzi

30 de junho de 2020 - 18:51

Atualizado em 1 de julho de 2020 - 16:26

Clima e Tempo

Veja as regiões afetadas por ventos do ciclone bomba, que chegaram a 119 km/h no Paraná

Veja as regiões afetadas por ventos do ciclone bomba, que chegaram a 119 km/h no Paraná
Foto: Eduardo Matysiak.

O ciclone bomba, fenômeno que atingiu todas as regiões do Paraná nesta terça-feira (30), trouxe fortes rajadas de vento e tempestades. Em algumas regiões do Estado, o vento chegou a quase 120km/h, como em Laranjeiras do Sul, no Centro Oeste do Paraná, onde os ventos foram de 119km/h.

Em outras cidades, como em Ubiratã, no Noroeste paranaense, os ventos atingiram 115km/h. A cidade, inclusive, foi bem atingida pelo vendaval. Foz do Iguaçu, no Oeste, onde os ventos foram de 63km/h, foram pelo menos 800 pessoas afetadas, com 100 casas danificadas.

Vídeo: ciclone bomba deixa várias regiões de Curitiba, RMC e litoral sem luz

Outras seis cidades do Paraná, Candói, Clevelândia, Guarapuava, Missal, Nova Prata do Iguaçu, Palmas e Piraquara, também tiveram registros de pessoas afetadas e casas danificadas.

De acordo com boletim da Defesa Civil do Estado, foram pelo menos 1.879 pessoas afetadas, 385 casas danificadas, 40 pessoas desalojadas e 12 desabrigadas.

Veja a velocidade dos ventos em várias cidades do Paraná:

relatorio-vento-km-1
relatorio-vento-km-2

Mais de 500 pedidos de ajuda por quedas de árvores em Curitiba

Até as 18h desta terça-feira, a prefeitura de Curitiba registrou 513 solicitações de ocorrências com quedas de árvores ou galhos, em vias públicas e terrenos particulares via sistema Central 156. Muitas destas situações ocorreram para um mesmo endereço. Não houve registro de feridos, desalojados ou desabrigados.

Houve registro de 57 destelhamentos provocados pelas fortes rajadas de vento, que de acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), ultrapassaram 97,9 km/h. A orientação é para que, pelo menos enquanto continuar chovendo, que as pessoas evitem sair de casa, somente em extrema necessidade.

Acumulado de chuva em todo o Paraná

A cidade de Foz do Iguaçu foi a que mais registrou no acumulado de chuva nesta terça-feira. Ao todo, por lá, foram mais de 40 milímetros. Em Pinhais e Curitiba, onde a população precisa que chova por causa da estiagem, choveu o equivalente a pouco mais de 23 milímetros. Veja abaixo a lista de todas as regiões:

acumulado-chuva-parana-1
acumulado-chuva-parana-2