Notícias

Cliente causa confusão em posto ao recusar usar máscara, em Campo Largo; vídeo

O homem se revoltou após funcionárias do estabelecimento pedirem que o homem colocasse máscara para ser atendido

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações de Marcelo Borges, da RIC Record TV de Curitiba
Cliente causa confusão em posto ao recusar usar máscara, em Campo Largo; vídeo
(Foto: Reprodução/Câmera de segurança)

27 de maio de 2021 - 13:35 - Atualizado em 27 de maio de 2021 - 13:35

Um cliente de um posto de combustíveis se revoltou após funcionárias do estabelecimento pedirem que o homem colocasse máscara para ser atendido, nesta segunda-feira (24). A confusão aconteceu dentro da loja de conveniência do posto, em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba.

As câmeras de segurança do local gravaram todo o episódio. O homem entrou na loja sem máscara, após o pedido das funcionárias para que ele utilizasse a proteção no estabelecimento, o homem se revoltou. As imagens mostram, inclusive, quando o cliente bate e esmurra o computador do local.

“Eu pedi para ele colocar a máscara, falei que não ia atendê-lo sem máscara. Ele acabou se exaltando comigo”

contou a funcionária, que não quis se identificar, à equipe do Paraná No Ar.

As atendentes registraram boletim de ocorrência na Polícia Civil e prometeram cobrar punição ao indivíduo.

Essa não foi a primeira vez que o sujeito, que é vizinho do posto, vai sem máscara ao local e é advertido. De acordo com a funcionária, na semana passada o Corpo de Bombeiros já havia orientado o homem, que ainda assim recusou fazer uso da proteção.

“A gente não parou na pandemia nem um dia, sempre atendendo as pessoas. Tem que respeitar a gente também. Se ele não usa máscara ou se ele já foi vacinado, a gente tem que estar se cuidando”

ressaltou a funcionária, que trabalha no estabelecimento há 25 anos e nunca havia passado por situação semelhante.

O uso de máscara é obrigatório no Paraná desde o início da pandemia do novo coronavírus,  pela lei estadual 20.189/2020, que prevê multa de R$ 560 para pessoas que não fizerem uso da máscara em espaços públicos ou privados de uso coletivo. A multa pode chegar até R$ 10 mil para o estabelecimento.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.