Fernanda
Fernanda Xavier da equipe de estágio RIC Mais, sob supervisão de Larissa Ilaídes

29 de maio de 2020 - 00:00

Atualizado em 29 de maio de 2020 - 00:00

Empreendedorismo

Certificação WELL: pessoas são o foco das construções

Saiba mais sobre o primeiro certificado do mundo focado exclusivamente na saúde e no bem-estar humano

Certificação WELL: pessoas são o foco das construções
Certificação WELL: pessoas são o foco das construções

O estudo “National Human Activity Pattern Survey”, realizado pela Berkeley Lab Energy, instituição americana que pesquisa e desenvolve tecnologias de energia e redução de impactos ambientais, apontou que passamos, em média, 90% do tempo de nossas vidas em ambientes construídos.

Enquanto a análise científica e a conscientização da saúde mental humana aumentam, arquitetos, engenheiros e designers passam a olhar a importância de colocar as pessoas no centro do processo de cada projeto. Esta tendência crescente fez surgir o WELL Building Certification – considerado o primeiro certificado do mundo focado exclusivamente na saúde e no bem-estar humano.

Oferecida pelo International Well Building Institute (IWBI), a certificação foi lançada em 2015, após sete anos de análise. Seu desenvolvimento passou por pontos importantes, como evidências científicas de estudos promovidos por entidades médicas, científicas e da área de engenharia.

Elas confirmam que o ambiente com características adequadas e saudáveis contribuiu de forma plena para o:

  • Bem-estar
  • Conforto
  • Aumento de produtividade
  • Melhora da satisfação
  • Felicidade dos ocupantes

Além disso, influenciam diretamente nos efeitos psicológicos, frequentemente causados por ambientes cujas rotinas possuem alto nível de stress, como é o caso das edificações hospitalares.

A Construtora Laguna, é pioneira nesta certificação. Hoje, a construtora é a única Incorporadora e Construtora brasileira membro do IWBI, e seus próximos lançamentos terão a certificação WELL, em conjunto com a certificação LEED ou GBC.

“Tivemos contato com a certificação WELL em 2017, no evento de 10 anos do GBC Brasil.
Daquele ano em diante, nos aprofundamos no tema e inserimos os conceitos em nossos
empreendimentos. Em 2019, com muito orgulho, nos tornamos membro do IWBI e já iniciamos o processo de certificação WELL para os próximos três empreendimentos”, conta
André Marin, diretor de incorporação da Laguna

Ele afirma que, apesar do objetivo não ser a certificação, elas trazem a chancela do esforço em melhorar o conforto, as escolhas, a saúde, o bem-estar: “nossa preocupação vai além da relação edifício ambiente. Colocamos as pessoas como foco e, por isso, vamos além dos princípios de sustentabilidade”.

Para Guido Petinelli, diretor da Petinelli, empresa especializada em certificação WELL, a evolução das construções dividirá o mercado em dois grupos: um grupo menor de inovadores que buscam diferenciação e vantagem competitiva. E um grupo maior que, geralmente, aguarda os inovadores validarem novos conceitos.

“O WELL é uma novidade e incorporadores que buscam diferenciar seus produtos e atrair
clientes com um produto mais qualificado, verão na certificação uma oportunidade. Conforto, bem-estar e saúde são temas universais e com grande apelo”, aponta Guido

certificacao-well

Certificação WELL: pessoas são o foco das construções

Sobre a Certificação WELL

A Certificação WELL está baseada em dez categorias relacionadas à saúde humana no ambiente construído:

  • Ar
  • Água
  • Nutrição
  • Luz
  • Movimento
  • Conforto térmico
  • Som
  • Materiais
  • Mente
  • Comunidade

Um espaço com este certificado, portanto, pode melhorar a alimentação, humor,
padrões de sono e desempenho dos seus ocupantes. Veja de que forma:

• O WELL estabelece critérios para garantir que a água sempre estará livre de contaminantes e com bom sabor. Os edifícios WELL tem bebedouros instalados com até 30 metros das pessoas.
• Um edifício WELL possui cafeteria, refeitório, ou até mesmo uma máquina tipo “vending machine” com opções saudáveis em destaque.
• A luz do sol – que regula o relógio biológico, também chamado de “ciclo circadiano” – é abundante em edifícios WELL. Eles também são projetados para garantir que a iluminação artificial seja a certa para cada espaço e atividade. Isso é fundamental para trabalhar, estudar, ler e assistir TV de forma confortável.
• O projeto de um edifício WELL considera cuidadosamente o estímulo ao movimento e atividades físicas no seu design. Todos os equipamentos do espaço são ergonômicos.
• O sistema de ar condicionado tem que ser capaz de regular a temperatura no ambiente, mas o ocupante tem que estar no controle. Cada pessoa tem um gosto, e conforto é ser capaz de atender as demandas individualmente.

O processo de certificação considera um total de cinco etapas:

  1. Registro
  2. Documentação
  3. Verificação de desempenho
  4. Certificação
  5. Recertificação

Além de atender a demanda por qualidade de vida, saúde e produtividade dos usuários aliada à sustentabilidade ambiental dentro dos espaços construídos, ela é uma ferramenta complementar a Certificação Internacional LEED. Esta integração entre o IWBI e o USGBC (Unites States Green Building Council) com as ferramentas certificadoras WELL e LEED proporcionam um desenvolvimento mais assertivo e garantem resultados positivos.

De acordo com um estudo de caso realizado pelo IWBI, com os usuários do primeiro edifício certificado WELL Building Standard, a sede da CBRE na Califórnia, 83% dos ocupantes disseram sentir-se mais produtivos e 92% informaram que o novo espaço de trabalho criou efeitos positivos na saúde e bem-estar.