Inova Mais

Veja agora como evitar celular clonado e prejuízos

Caso você desconfie de fraudes, ligue para sua operadora e solicite o bloqueio da linha e do aparelho. Também é importante registrar um Boletim de Ocorrência.

Larissa
Larissa
Veja agora como evitar celular clonado e prejuízos
Imagem por Pixabay,

7 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 15 de setembro de 2020 - 07:17

Você já passou por uma situação em que recebe ligações de números desconhecidos? Amigos relatam que ligaram para você, mas outra pessoa atendeu o telefone? Ou então tem dificuldade em completar uma chamada? Sua conta de telefonia celular está mais alta do que você esperava? Você pode estar com o celular clonado

Isso acontece quando hackers invadem uma linha móvel e criam sua cópia fiel. Na prática, o criminoso pode usar o celular sem se preocupar com créditos e contas e ainda se fazer passar pelo dono real do número de celular. A boa notícia é que é possível, sim, evitar que o seu celular seja clonado e alvo de golpes. 

Evite ficar com aparelhos obsoletos

Em geral, hackers invadem aparelhos mais antigos e que ainda funcionam por meio da tecnologia CDMA. Os novos aparelhos utilizam a GSM e podem ser identificados pelo IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel), o que dificulta a invasão. Isso faz com que a clonagem só seja possível por meio de uma cópia do cartão SIM, responsável por armazenar todas as informações do telefone. Por conta disso, é importante investir em um aparelho de tecnologia mais moderna e deixar de lado celulares mais antigos. 

Conserte o celular em lojas autorizadas

Quando seu aparelho móvel apresentar algum problema, resista aos locais mais baratos e que não são lojas autorizadas da marca. Alguns locais podem agir de má-fé e acabarem clonando seu celular, fazendo com que você fique vulnerável a ataques e golpes. Prefira pagar um pouco mais para garantir a segurança dos seus dados. 

Tenha cuidado como o modo roaming

Em aeroportos e rodoviárias, os aparelhos costumam entrar em modo roaming, fazendo com que a comunicação seja feita por meio de ondas FM. Isso torna mais fácil a ação de hackers, que podem estar nesses locais com scanners de clonagem de aparelho. Celulares CDMA devem estar desligados ou em modo avião nas áreas de embarque e desembarque. 

Veja o que fazer se tiver o celular clonado

Caso você desconfie de fraudes, ligue para sua operadora e solicite o bloqueio da linha e do aparelho. Anote o número de protocolo e não se esqueça de registrar um Boletim de Ocorrência a respeito do acontecido. Relate todas as desconfianças e não se esqueça de incluir os dados da ligação para a operadora. 

Lembre-se, ainda, de avisar amigos e familiares a respeito do celular clonado, evitando que eles acreditem em falsas mensagens ou ligações se passando por você.