Brasil

Casos de coronavírus em Curitiba sobem para 56, mas a cidade já tem 7 pacientes recuperados

Lucas
Lucas Sarzi
Casos de coronavírus em Curitiba sobem para 56, mas a cidade já tem 7 pacientes recuperados
Foto: Getty Images.

25 de março de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:50

Embora os casos do novo coronavírus tenham aumentado em todo o Paraná, inclusive em Curitiba, a capital do Estado tem uma boa notícia que traz esperança. Pelo menos até o momento, sete pessoas já se recuperaram da doença em Curitiba. A informação foi trazida pela secretária municipal de saúde, Márcia Haçulak, nesta quarta-feira (25), numa live que fez junto com o prefeito Rafael Greca.

Curitiba tem, conforme os dados da própria prefeitura que foram divulgados nesta quarta-feira, 56 casos confirmados do novo coronavírus. O número acaba sendo diferente do anunciado pelo último boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), que também saiu nesta quarta-feira, e aponta 60 casos só na capital (informação atualizada às 19h08).

SE ATUALIZE: Com 27 novos casos, número de infectados no Paraná chega a 97; já casos suspeitos saltam para 3.588

Assim como vem sendo usado em todo o mundo, o termo para quem consegue passar pela doença é “recuperado” e não “curado”. Da mesma forma a secretária da saúde explicou que vem sendo usado por aqui, já que é um protocolo da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por enquanto, são sete pessoas que melhoraram e são consideradas recuperadas, mas que devem ser acompanhadas. “A gente não sabe se o paciente pode se reinfectar, há uma dúvida no mundo, não é só em Curitiba”, explicou Márcia Haçulak, detalhando que são considerados recuperados os pacientes que estão bem de saúde, sem sintomas respiratórios, depois dos 14 dias de isolamento.

A capital tem, conforme o último boletim divulgado, 135 casos suspeitos de coronavírus, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Além destes, 250 casos que estavam sendo investigados já foram descartados.

BOAS HISTÓRIAS: Médica do SUS dá seu telefone para atender dúvidas de coronavírus em Curitiba

A prefeitura adiantou que, em 85% dos diagnósticos de coronavírus feitos em Curitiba, os pacientes tiveram sintomas leves e seguem a mesma orientação: isolamento em casa, por duas semanas. Por enquanto, cinco pessoas continuam internadas, entre elas o médico Jamal, que é o caso considerado mais grave na cidade, mas não há registros mortes em Curitiba por causa da doença.

A orientação da prefeitura é que as pessoas que estão com sintomas leves de infecções respiratórias evitem procurar por atendimento nas unidades de saúde. A capital destinou um telefone específico para o assunto, e que atende mais de 900 ligações por dia, o telefone (41) 3350-9000.