Notícias

Caso Maria Paraguaia: menino é mesmo filho de adolescente

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

30 de dezembro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 30 de dezembro de 2017 - 00:00

Maria Paraguaia é suspeita de adoção ilegal do menino de dois anos (Foto: Reprodução/RICTV Record)

Informação foi confirmada pela justiça na sexta-feira (29)

A informação de que o menino de dois anos encontrado perdido em Cascavel, em outubro deste ano, ser filho da adolescente de 17 anos que estava na casa da mulher suspeita de adoção ilegal, foi confirmada pela justiça em entrevista coletiva na sexta-feira (29).

O caso se transformou em uma investigação de tráfico internacional de pessoas. Maria Conceição Queiroz, conhecida como Maria Paraguaia, acabou autuada pela Polícia Federal em outubro por ter uma menina de dez anos e uma adolescente de 17 anos em sua casa.

De acordo com a promotoria, os três são parentes e voltaram ao Paraguai após apresentarem um pedido.

Leia também:

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.