Notícias

Caso de alunas que foram proibidas de entrar de saia em colégio se aproxima do fim na Justiça

Alunas usavam saia de acordo com preceitos religiosos, mas colégio estadual alegou, na época, não ser permitida a vestimenta de acordo com regimento interno

Wilame
Wilame Prado / Repórter com informações da RIC Record TV
Caso de alunas que foram proibidas de entrar de saia em colégio se aproxima do fim na Justiça
Alunos de bermuda e de saia em colégio estadual em Maringá: hoje é permitido. (FOTO: RIC Record TV)

29 de abril de 2021 - 14:35 - Atualizado em 29 de abril de 2021 - 14:35

Está próximo do fim um processo judicial envolvendo a proibição de meninas usarem saias em um colégio estadual localizado na Zona 7, em Maringá. O caso aconteceu há exatamente quatro anos, e na quarta-feira (28) ocorreu uma audiência de conciliação entre familiares das duas menores na época, representantes do colégio e também representantes do Governo do Estado do Paraná.

A advogada Josiane Monteiro Bichet explica que as famílias buscam a reparação envolvendo possíveis danos morais pelos constrangimentos sofridos pelas meninas após terem sido proibidas de entrarem no colégio usando saias, vestimenta comum da religião delas e que não estava prevista no estatuto interno da escola estadual.

Após o caso ter gerado bastante repercussão na época, com inclusive protestos de meninos indo para o colégio usando saias para apoiar as duas alunas, atualmente a instituição de ensino permite a entrada de alunas usando saias.

“O colégio nega que tenha proibido a entrada e diz que pediu para as meninas se adequarem ao regimento. Mas ficou um constrangimento com toda esta situação, inclusive uma das alunas optou por trocar de colégio na época”.

diz Josiane.

Em nota, a direção do colégio estadual informa se tratar de um caso isolado e diz que tem acompanhado o processo de perto, inclusive tendo membros da diretoria participando como testemunhas na audiência realizada ontem, em Maringá.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.