Notícias

Caso Daniel: Família Brittes escuta os depoimentos das testemunhas

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

18 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 18 de fevereiro de 2019 - 00:00

Decisão sobre Juri Popular pode sair na quarta-feira, (20).Imagem: Giulianne Kuiava

O segundo dia de audiência terá início às 9h da manhã com encerramento dos trabalhos às 19h

Justiça dá início às audiências de instrução do processo sobre a morte do jogador de futebol Daniel Freitas, morto em 27 de outubro de 2018. São dez testemunhas de acusação e mais de quatro informantes.

As testemunhas começaram a ser ouvidas no início da tarde desta segunda-feira, (18) na 1ª Vara Criminal de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

De acordo com o advogado de defesa da Família Brittes, Cláudio Dalledone, as audiências estão transcorrendo normalmente. ‘Eu já fui indagado, assim como já reperguntaram o advogado de Ygor e David e na sequência, o advogado de Eduardo”, relata.

Família Brittes escuta os depoimentos das testemunhas

Dalledone disse ainda que a família Brittes está em uma sala separada com a porta aberta para que possam ouvir os depoimentos. “Muito embora seja direito facultado a uma testemunha não ter a presença deles ali, é, tambem, direito consagrado na Constituição Federal que eles ouçam o que as testemunhas e os acusadores estão a dizer”, justifica o advogado de defesa.

Sobre as questões emocionais da família Brittes o advogado se reservou ao direito de não revelar para a imprensa.

Decisão sobre Juri Popular pode sair na quarta-feira, (20)

O segundo dia de audiência terá início às 9h da manhã com encerramento dos trabalhos às 19h.

“Queremos efetivamente ouvir todas as testemunhas. Um pedido da defesa é que sejam memoriais orais. Nós vamos pedir para que isso tudo seja feito oralmente e que a decisão saia ainda na quarta-feira se eles vão ou não a juri”, espera com Dalledone. 

Um dos advogados não compareceu à audiência

As audiências começaram com 1 hora e 30 minutos de atraso devido ao advogado do Igor King e David Willian da Silva, Rodrigo Fauz, ter pedido com antecedência o adiamento da audiência em razão do compromisso previamente agendado relacionado à defesa de uma tese de doutorado a ser defendida na Universidade Federal de Minas Gerais. 

O pedido foi indeferido na justiça de São José dos Pinhais. Fauz solicitou, então, ao Tribunal de Justiça e teve novamente o pedido negado. Mesmo assim, o advogado decidiu cumprir o compromisso em Minas Gerais e não comparecer às audiências com seus clientes.

A justiça, então, precisou nomear outro advogado para dar andamento nessas audiências.

Audiência pode não ser realizada

Antes da entrada de Cristiana Brittes, Eduardo Henrique da Silva, Edson Brittes e Allana Brittes, chegaram Ygor e David, que foram indagados sobre a questão da ausência do advogado. Ambos concordaram que um novo advogado teria que ser nomeado pela justiça para que a audiência transcorresse. Caso eles não aceitassem, não seria possível realizar a audiência. Hugo Fernando Lutke Santos é o advogado nomeado dativo que acompanha Ygor e David.

Dez testemunhas e quatro informantes serão ouvidos

Lucas Mineiro, testemunha-chave no processo de investigação da morte do jogador Daniel Correa, é a primeira a ser ouvida. O advogado de defesa está fazendo reperguntas a testemunha de acusação. O depoimento já dura uma hora.

Todos os réus têm a possibilidade de acompanhar os depoimentos, mas a decisão de aceitar ou não a presença dos acusados é particular. Na denúncia, oferecida pelo Ministério Público do Paraná, em novembro de 2018, a promotoria indicou 14 testemunhas.

4 meses depois do crime, réus e testemunhas ficam cara a cara

No dia 28 de novembro de 2018, o MP-MPR revelou uma nova sequência de espancamento no jogador, as agressões teriam sido feitas dentro do carro, durante o trajeto que levou até a Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais, onde ele foi morto com requintes de crueldade. 

Veja o momento em que os principais acusados chegam algemados para as audiências:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.