Notícias

Caso Daniel: câmera mostra família Brittes coagindo testemunhas após morte

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

12 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 12 de novembro de 2018 - 00:00

Edison, Cristiana e Allana se reuniram para coagir testemunhas após morte do jogador Daniel (Reprodução)

Depois da morte do jogador Daniel, família Brittes se reuniu com testemunhas em um shopping

Câmeras de segurança registraram o momento em que Edison Brittes, Cristiana Brittes e Allana Brittes conversaram com testemunhas em uma praça de alimentação de um shopping em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, após a morte do jogador Daniel.

Caso Daniel: coação de testemunhas

As imagens mostram o encontro que ocorreu no dia 29 de outubro – dois dias depois do assassinato de Daniel Correa FreitasNas imagens, é possível ver Edison Brittes recebendo três testemunhas que viram as cenas de espancamento do jogador Daniel dentro da casa da família.

Em seguida, Edison aparece fixando o olhar para a câmera de segurança, enquanto Cristiana e Allana escondem o rosto durante a passagem de um casal com o carrinho de bebê.

As testemunhas foram ameaçadas para manter a mesma versão apresentada pela família Brittes: a de que Daniel tentou estuprar Cristiana e, por isso, foi morto. A partir do conhecimento do fato, a Polícia Civil considera que as testemunhas foram coagidas pela família Brittes – o que, na prática, configura um novo crime.

Jogador Daniel morto: Cristiana Brittes e Allana Brittes aparecem sorrindo

Nas imagens obtidas pela RICTV | RecordTV, Cristiana Brittes e Allana Brittes, esposa de filha de Edison Brittes, aparecem sorrindo em um clima descontraído após a morte do jogador Daniel.

Edison mentiu durante o depoimento à Polícia Civil ao dizer que as duas estavam em outra mesa e não participaram da conversa com as testemunha, realizada com o objetivo de unificar a versão para o que aconteceu na casa da família.

MP quer investigar Edison Brittes por organização criminosa

O promotor do caso Daniel, João Milton, disse nesta segunda-feira (12) em entrevista à RICTV | Record TV, que vai fazer uma requisição para pedir investigação sobre uma possível organização criminosa envolvendo Edison Brittes, principal suspeito de ter matado o jogador Daniel.

Assista ao vídeo da família Brittes coagindo as testemunhas:

Câmeras de segurança flagraram toda a ação da família após a morte do jogador Daniel. Veja o vídeo!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.