Notícias

Casal é preso suspeito de agredir o filho adotivo em Londrina; criança está na UTI

Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência, o casal disse que teria dado umas ‘chineladas e palmadas’ no menino, como uma correção da sua postura

Mirian
Mirian Villa

9 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:44

Um casal foi preso suspeito de agredir o filho adotivo em Londrina, no norte do Paraná, na noite deste domingo (8). As autoridades ficaram sabendo do caso depois que o menino, de oito anos, deu entrada no Hospital Evangélico com ferimentos graves. (Assista reportagem abaixo)

A criança, que foi adotada pelo casal há dois meses, no Mato Grosso do Sul, permanece internada em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Casal corrigiu postura do filho adotivo com chineladas e palmadas

Segundo o Boletim de Ocorrência, uma conselheira tutelar recebeu a ligação do hospital alegando que um menino estava sendo atendido no pronto-socorro com lesões tipicas de agressões.

Depois que a conselheira foi até o hospital e encontrou o menino com marcas severas de agressão física e indícios de tortura, a Polícia Militar (PM) foi acionada. Ainda de acordo com o B.O., o casal disse que teria dado umas ‘chineladas e palmadas’ no menino, como uma correção da sua postura.

O casal foi preso em flagrante e encaminhado à Central de Flagrantes de Londrina.

Casal é preso suspeito de agredir o filho adotivo em Londrina

O casal adotou o menino há dois meses, no Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução/Facebook)

Assista à reportagem completa:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.