Notícias

Família encontra carta de mulher assassinada em Cascavel “Dói saber que quem você ama pode te dar um beijo e uma facada”

Mulher foi encontrada carbonizada em uma mata; ex-marido está preso

Guilherme
Guilherme Becker / Editor

17 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 16:29

O corpo de Luciana Rodrigues Ramos, de 36 anos, foi encontrado após uma denúncia anônima realizada ao vereador Valdecir Alcântara, da cidade de Cascavel, no oeste do Paraná. Nesta terça-feira (17), a família divulgou nas redes sociais uma carta que foi escrita pela vítima. Nas linhas de quatro folhas de caderno, Luciana declara amor ao marido, principal suspeito pelo crime.

Após localizar o corpo em uma mata, a polícia iniciou investigações e encontrou o marido de Luciana na rodoviária de Foz do Iguaçu. O suspeito estava pronto para deixar a cidade, porém acabou sendo detido. 

Carta emocionante de mulher assassinada

Luciana Rodrigues Ramos estava desaparecida desde o dia 5 de dezembro e foi encontrada morta em uma região de mata em Cascavel, no oeste do Paraná, na manhã do último dia 12. A mulher estava parcialmente carbonizada e também tinha pedaços comidos por animais.

“O corpo foi queimado, a pessoa utilizou da gasolina, queimou a pessoa e vieram alguns animais da floresta, acreditamos que sejam porcos, porque vimos vários aí”, contou o político.

Nesta terça-feira (17), a família da vítima utilizou as redes sociais para divulgar uma carta que, segundo eles, foi escrita por Luciana. Em folhas de um caderno, a mulher relembra como teve início o relacionamento e todo esforço que fez para manter a relação.

Confira o conteúdo da carta na íntegra:

“Para você!

Quando nos conhecemos você era simpático, feliz e gostava de conversar comigo, não se incomodava com as coisas que eu te falava e eu fui gostando a cada dia mais de você.

Quando tomei a iniciativa de pedir para a gente morar junto acreditei que apesar de todas as coisas que falavam de você, não era verdade, pois pra mim você era diferente nas suas atitudes.

O tempo foi passando e você foi mostrando o lado que eu não queria ver, você foi mudando e fazendo eu mudar também.

Você não sabe, mas cada dia que você faz coisas que me deixam preocupada ou coisas que você se estressa e desconta seu mau humor em mim, eu fico ruim, muito triste, pois não tenho culpa se você é ambicioso e as coisas que você faz por impulso, te prejudica.

Eu não sou assim, sempre fui correta, nunca prejudicaria você, não arrumaria problemas meus para você por não deve ser assim.

Sempre que corro atrás pra tentar te ajudar e sempre quem se ferra sou eu. Eu não sou sua mãe para te tirar das encrencas, sou sua esposa, me respeita.

Toda vez que você não fala comigo, me pergunto o que eu fiz, mas eu não fiz nada pra você e você me trata com nojo, como se nosso relacionamento não valesse.

De uns tempos pra cá olha o que aconteceu com nós. Você bebendo muito e eu tentando dar o melhor de mim pra te ajudar e você me critica por trabalhar até tarde, até por sacar dinheiro você já me criticou, isso que não uso nem um terço que você usa. Esconde dinheiro de mim, acha que sou eu seu problema, por que está comigo? Ainda se não confia em mim, acha que eu vou te deixar mais pobre? Se você mesmo se leva à falência com seus atos de grandeza.

Analise essa vida. Pense se ainda quer ficar comigo. Se você consegue ser 100% honesto comigo. Se é esse seu desejo ou opção agora.

Pois você não sabe o quanto dói saber que quem você ama, é capaz de te dar um beijo e dar uma facada nas costas e dizer que te ama.

Você falou que iria mudar, mas não quero que mude, só que melhore, seja o Gilmar do início que eu tanto amei.

Te amo!”

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.