Notícias

Capitão da Polícia Militar do Paraná é preso por corrupção

O capitão da PMPR foi preso em flagrante depois de receber uma parcela de R$ 20 mil em espécie em um shopping de Curitiba

Gabriel
Gabriel Azevedo

29 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 29 de dezembro de 2019 - 00:00

Um capitão da Polícia Militar do Paraná, Elias Wanderlei Marinho, foi preso em flagrante, na tarde de sábado (28), no estacionamento de um shopping em Curitiba. Ele é acusado de corrupção passiva. O capitão da PM estava lotado no Grupo de Autuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado.

De acordo com as informações do Gaeco, Marinho teria solicitado R$ 100 mil para não prender um empresário, que fez uma denúncia contra o policial ao Ministério Público do Paraná.

O capitão foi preso em flagrante depois de receber uma parcela de R$ 20 mil em espécie. Antes da entrega do dinheiro, as cédulas foram copiadas e rubricadas. O policial militar estava no carro quando foi abordado por uma equipe de policiais do Gaeco de Curitiba. O dinheiro marcado foi encontrado dentro do veículo.

Segundo o Boletim de Ocorrência, o empresário contou que foi procurado pelo policial militar em novembro, em Foz do Iguaçu. Este seria o segundo pagamento ao capitão da PM. O primeiro foi no valor de R$ 30 mil.

Marinho foi ouvido na sede do Gaeco em Curitiba e depois encaminhado para Corregedoria da Polícia Milita, onde tentou se matar duas vezes, usando a camiseta.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.