Notícias

Caminhoneiros protestam contra aumento do diesel

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

21 de maio de 2018 - 00:00 - Atualizado em 21 de maio de 2018 - 00:00

Sob pena de multa, não há interdição total em nenhuma rodovia, apenas uma faixa de cada estrada (Foto: Divulgação/PRF)

Sob pena de multa, não há interdição total em nenhuma rodovia, apenas uma faixa de cada estrada

Caminhoneiros interditam rodovias estaduais e federais do Paraná como forma de protesto contra o aumento do valor do dieselna manhã desta segunda-feira (21). Segundo o grupo, a mobilização é nacional.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há interdição total em nenhum rodovia, apenas uma faixa de cada estrada, já que uma determinação judicial emitida neste domingo (20) proíbe que eles fechem totalmente as rodovias, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora.

Ainda segundo a determinação, os condutores estão proibidos de invadir praças de pedágio, sob pena de multa de R$ 20 mil por hora de invasão. A PRF informou que carros, ônibus, ambulâncias e caminhões com cargas vivas e perecíveis têm passagem livre pelos protestos.

Manifestação em Capitão Leônidas Marques, na BR-163,  quilômetro 140; queima de pneus no acostamento, sem interdição (Foto: Divulgação/PRF)

Manifestações em rodovias federais:

  • BR-116, quilômetro 67, Quatro Barras, na Região de Curitiba;
  • BR-277, quilômetro 6, Paranaguá, no litoral – em andamento;
  • BR-376, quilômetro 502, Ponta Grossa, nos Campos Gerais;
  • BR-376, quilômetro 257, Califórnia, no norte – andamento;
  • BR-153, quilômetro 43, Santo Antônio da Platina, no norte pioneiro;
  • BR-153, quilômetro 112, Ibaiti, no norte pioneiro do Paraná;
  • BR-163, km 86, Capanema;
  • BR-373, km 247, Guamiranga;
  • BR-373, km 264, Prudentópolis;