Notícias

Câmeras da Prefeitura de Guaratuba eram usadas para ver mulheres na praia

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

27 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 27 de novembro de 2018 - 00:00

Em Guaratuba, câmeras de segurança são utilizadas para filmar mulheres na praia.(Foto: Reprodução/Câmeras de Segurança)

A situação foi descoberta depois que outros servidores precisaram utilizar os vídeos gravados pelas câmeras de segurança de Guaratuba para procurar por um garoto desaparecido

Imagens de mulheres filmadas em ‘close’ por câmeras de monitoramento da Prefeitura de Guaratuba, no litoral do Paraná, causaram polêmica depois que foram parar na Internet. Nesta terça-feira (27), vereadores do município registraram uma denúncia no Ministério Público do Paraná (MP-PR) sobre o caso. (Veja o vídeo abaixo)

De acordo com a administração municipal, a situação de que as câmeras de monitoramento localizadas a beira a mar eram usadas, por servidores públicos, para ver mulheres e adolescentes na praia foi descoberta por outros funcionários, que buscavam nos vídeos imagens de Wellington Bruno Kluger Moreira, de 13 anos, que morreu afogado no dia 16 de novembro. No entanto, esses colaboradores teriam divulgado as imagens na Internet ao invés de denunciar o ocorrido.  

Câmeras de Guaratuba

A situação foi denunciada ao MP-PR. (Foto: Reprodução/Câmeras de Segurança)

Em algumas imagens é possível identificar quem são as mulheres e jovens filmadas. A mãe de uma adolescente de 16 anos que aparece nas gravações conta que se assustou quando viu a imagem da filha circulando pela Internet e afirmou que pretende tomar uma providência. “Ela nao gosta nem de ir na praia, parece que é uma coisa, quando ela resolveu ir na praia com essa amiga acontece essa palhaçada. Imagine o que eles não fazem com as filmagens das pessoas . Agora a gente tem até medo de ir na praia porque o que não andam filmando das pessoas. Duas menores eles fazem isso, né. Achei muita sem-vergonhice, ela só tem 16 anos. Quero providência sobre isso daí, porque isso daí é um crime”, disse a mulher que não quis se identificar.

Em nota, Prefeitura de Guaratuba informou que abriu uma investigação para apurar quem são os servidores responsáveis por aproximar as câmeras de monitoramento nas mulheres assim como quem foram os responsáveis por salvar as imagens e divulgar. Segundo a nota, o sistema digital serve para melhorar a qualidade de vida da população e para garantir a segurança de moradores e veranistas.

Uma investigação foi aberta para descobrir quem são os responsáveis. (Foto: Reprodução/Câmeras de Segurança)

Assista às imagens:

As câmeras de monitoramento da Prefeitura de Guaratuba vinham sendo utilizadas para observar mulheres.

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.