Notícias

Câmara de Curitiba participa de evento em Nova York sobre deficiência

Mirian
Mirian Villa

10 de outubro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 10 de outubro de 2019 - 00:00

A Câmara Municipal de Curitiba participou do evento ‘O Bilhão Faltante na Cobertura Universal da Saúde: crianças e indivíduos com atrasos de desenvolvimento e deficiência’, no dia 24 de setembro, em Nova York. O representante escolhido foi o vereador Pier Pretruzziello a convite da Organização Autism Speaks e do Instituto Ico Projetct.

Vereador estuda avanços no tratamento de pessoas com deficiência

A escolha do representante parananense aconteceu pela participação de Pier Pretruzziello na implantação do Programa Internacional de Capacitação de Familiares e/ou Cuidadores de Crianças com Autismo (CST). O objetivo é oferecer avanços na saúde com a inclusão de medidas inovadoras para o tratamento de pessoas com deficiência.

“O programa é vanguardista no que diz respeito ao desenvolvimento de habilidades para crianças com autismo, pois contribui com a capacitação das famílias, permitindo que as intervenções terapêuticas ocorram além do espaço dos consultórios. Como o processo de capacitação dos familiares ocorre em um esquema de pirâmide, estima-se que em até cinco anos, todas as famílias com casos de autismo em crianças entre três e nove anos, já terão sido atendidas”, explica Petruzziello.

O evento aconteceu em paralelo com a Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e foi organizado pela UNICEF, OMS, Autism Speaks e Special Olympic.

Curitiba tem programa que auxilia familiares de crianças com TEA

O projeto foi lançado em março de 2018 e possibilita o desenvolvimento das habilidades das crianças com o espectro autista com ajuda dos familiares. O foco do programa é atender famílias de baixa renda, dando instrumental para que pais e familiares compreendam as necessidades cognitivas das crianças e contribuam com seu desenvolvimento nas ações diárias.

A intenção é que as famílias se tornem protagonistas na melhoria da qualidade de vida de crianças com síndromes do Transtorno do Espectro Autista (TEA) ou atraso no neurodesenvolvimento.

Outro destaque para o CST é o pioneirismo na parceria entre Curitiba e OMS, até então, a organização nunca havia estabelecido parceria diretamente com um município. Assista o vídeo produzido pela Prefeitura de Curitiba explicando o programa!