Internacionais

Câmara de Comércio os EUA é contra pedido de renúncia dos direitos de propriedade intelectual sobre vacinas

Reuters
Reuters
Câmara de Comércio os EUA é contra pedido de renúncia dos direitos de propriedade intelectual sobre vacinas
A nova diretora-geral da Organização Mundial do Comércio, Ngozi Okonjo-Iweala. 01/03/2021. REUTERS/Fabrice Coffrini.

2 de março de 2021 - 15:13 - Atualizado em 2 de março de 2021 - 21:19

WASHINGTON (Reuters) – A Câmara de Comércio dos Estados Unidos informou nesta terça-feira que se opõe às solicitações para que a Organização Mundial do Comércio (OMC) apoie uma renúncia temporária dos direitos de propriedade intelectual para acelerar a produção de vacinas contra o coronavírus em países pobres, classificando-as como “equivocadas”.

Em um comunicado, o influente lobby empresarial norte-americano afirmou apoiar a proposta da nova diretora-geral da OMC, Ngozi Okonjo-Iweala, de encorajar mais acordos de licenciamento para a produção de vacinas.

“As propostas de renúncia aos direitos de propriedade intelectual são equivocadas e uma distração do trabalho real de reforçar as cadeias de abastecimento e ajudar os países a adquirir, distribuir e administrar vacinas a bilhões de cidadãos do mundo”, informou a Câmara em comunicado.

“A redução dos direitos de propriedade intelectual tornaria mais difícil desenvolver e distribuir rapidamente vacinas ou tratamentos nas futuras pandemias que o mundo enfrentará.”

(Por David Lawder)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH211B1-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.