Economia

Caixa Seguridade tenta IPO pela 3ª vez desde o ano passado

Reuters
Reuters
Caixa Seguridade tenta IPO pela 3ª vez desde o ano passado
Logo da Caixa fotografado no Rio de Janeiro (RJ)

2 de março de 2021 - 14:54 - Atualizado em 2 de março de 2021 - 21:19

SÃO PAULO (Reuters) – A Caixa Econômica Federal pediu na segunda-feira registro para oferta inicial de ações de seu braço Caixa Seguridade, segundo fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Esta é a terceira tentativa de abertura de capital da Caixa Seguridade em pouco mais de um ano. Na última vez, em setembro, o controlador suspendeu a operação diante das condições adversas do mercado em razão da pandemia da Covid-19.

Isso sem contar uma tentativa mais antiga, em 2017, também interrrompida, com a empresa alegando na época condições adversas de mercado. Agora, se concluir a operação, concorrerá na bolsa com outras listadas de seguros na B3, incluindo BB Seguridade e SulAmérica.

A Caixa Seguridade se apresenta como a terceira maior do país, considerando suas áreas de atuação, com produtos nos ramos habitacional, prestamista, vida e residêncial, com 13,5% do mercado a partir de dados de 2020 do regulador do setor, Susep.

Segundo prospecto preliminar da operação, a Caixa Seguridade não captará recursos novos, com a oferta consistindo apenas da venda de papéis detidos pela própria Caixa Econômica.

A operação será liderada por Morgan Stanley, Caixa, além de Bank of America, Credit Suisse, Itaú BBA e UBS-BB.

(Por Aluisio Alves, com reportagem adicional de Paula Arend Laier)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH2115G-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.