Brasil

Raro no Brasil: mulher é condenada a 18 anos por feminicídio

O crime aconteceu em 2019 após a mulher não ter aceitado o fim do relacionamento com a companheira

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações do Correio Braziliense e supervisão de Daniela Borsuk
Raro no Brasil: mulher é condenada a 18 anos por feminicídio
(Foto: Unsplash)

24 de setembro de 2021 - 18:16 - Atualizado em 24 de setembro de 2021 - 18:17

Wanessa Pereira de Sousa foi condenada a 18 anos e 9 meses de reclusão por ter assassinado a então companheira, Thatiana Luz da Costa Feria. Trata-se de um dos primeiros casos do Brasil no qual uma mulher é penalizada pela prática de feminicídio. O julgamento ocorreu nesta sexta-feira (24) e os jurados também reconheceram outras duas qualificadoras: motivo fútil e emprego de fogo.

De acordo com as informações apuradas pelo Correio Braziliense, o crime aconteceu em 23 de setembro de 2019, em Santa Maria, no Distrito Federal, após Wanessa não aceitar o fim do relacionamento. A condenada ateou fogo no apartamento onde morava Tatiana, deixando a companheira com 90% do corpo queimado.

A vítima chegou a passar uma semana internada em um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Setença

Diante da crueldade do crime, a promotoria avaliou a possibilidade de recorrer da sentença solicitando o aumento da pena. A mulher foi condenada a 18 anos e 9 meses sob regime, inicialmente, fechado, sem a oportunidade de recorrer em liberdade.