Brasil

Ex-patrão de Lázaro Barbosa é um dos presos por suspeita de facilitar a fuga do serial killer

Idoso de 74 anos resistiu à abordagem dos policiais e tentou fugir, mas acabou detido

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Ex-patrão de Lázaro Barbosa é um dos presos por suspeita de facilitar a fuga do serial killer
(Foto: Reprodução)

25 de junho de 2021 - 07:01 - Atualizado em 25 de junho de 2021 - 07:14

Membros da Diretoria de Operações Penitenciárias (Dope) do Distrito Federal prenderam na tarde desta quinta-feira (24), dois suspeitos de ajudar Lázaro Barbosa durante a fuga, que já dura 17 dias. Os dois detidos são o fazendeiro e ex-patrão do serial killer, Elmi Caetano Evangelista, de 74 anos, e o caseiro Alain Reis de Santana, de 33.

De acordo com o secretário da Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, os homens portavam armas que foram utilizadas por Lázaro durante os crimes dos últimos dias. Um dos homens transportava uma garrucha calibre 22, com 50 munições. Ambos foram levados a delegacia de Águas Lindas de Goiás.

Foto: Nader Kalil

Suspeitos presos

A força-tarefa esclareceu nesta quinta-feira como foi realizada a prisão dos suspeitos. De acordo com as autoridades, a fazenda de Elmi já estava sendo observada e moradores vizinhos chegaram a denunciar que viram Lázaro Barbosa no local. 

Na tarde do 16º dia de buscas, policiais penais do Dope tentaram uma abordagem em um veículo do fazendeiro e o homem tentou fugir. O carro Fiat Strada foi interceptado e Elmi Caetano foi preso. O idoso é conhecido de Lázaro e já foi patrão do serial killer.

O outro preso na ação desta quinta-feira é o caseiro de Elmi. Alain trabalhava na fazenda do idoso e também é conhecido de Lázaro. Ainda não se sabe se a dupla possui alguma relação com os crimes praticados pelo serial killer.

A polícia não descarta que mais gente esteja ajudando na fuga do assassino. “Temos tranquilidade para trabalhar. Estamos cada dia mais próximos dele”, afirmou o secretário.

Veja imagens do momento da prisão de Elmi, postadas pelo jornalista da Record TV Roberto Cabrini e gravadas pela jornalista do Correio Braziliense Darcianne Diogo:

Lázaro é visto durante buscas

Lázaro foi visto pela última vez nesta quinta-feira, por uma testemunha, em uma casa de Girassol. Com a prisão, os comparsas confirmaram à polícia que a pessoa vista era mesmo o serial killer. Um deles, inclusive, tentou tirar Lázaro do perímetro de busca da polícia. Apesar de ainda não ter o visual do bandido, a polícia disse que já tem um indicativo forte de onde está o bandido.

Miranda afirmou que não estão contabilizando gastos com o trabalho policial e que o principal, neste momento, é preservar vidas. “Erros podem custar vidas. Vamos prendê-lo, mas com toda cautela, para não termos vidas ceifadas.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.