Brasil

Padrasto é suspeito de estuprar e engravidar enteada de dez anos

A mãe da criança, que também está grávida do indivíduo, estranhou o fato da menstruação da filha estar atrasada e decidiu fazer um ultrassom

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do R7
Padrasto é suspeito de estuprar e engravidar enteada de dez anos
Foto: REPRODUÇÃO / GOOGLE STREET VIEW

21 de janeiro de 2021 - 14:26 - Atualizado em 21 de janeiro de 2021 - 14:26

Um padrasto de 26 anos é suspeito de estuprar e engravidar a enteada de apenas dez anos em Governadores Valadares, em Minas Gerais (MG).

De acordo com a Polícia Civil, a mãe da criança, que também está grávida do indivíduo, estranhou o fato da menstruação da filha estar atrasada e decidiu fazer um ultrassom.

Criança está grávida de gêmeos

Durante o ultrassom, o médico constatou que a criança está grávida de gêmeos, e então a menina relatou os abusos à mãe e à polícia.

Segundo ela, o padrasto começou com os abusos quando ela tinha seis anos, e que a última relação aconteceu no dia 7 de janeiro.

De acordo com a mãe da vítima, o namoro com o suspeito começou há quatro anos, mesmo período que a criança relata estar sofrendo os estupros. Juntos o casal ainda tem uma bebê de seis meses.

Adeliana Xavier, delegada responsável pelo caso, a mãe ficou revoltada ao saber da situação e chegou a discutir com o homem, que fugiu logo depois das acusações.

“Ela partiu para cima dele, para agredi-lo, e ele fugiu de bicicleta, levando algumas roupas e todo o dinheiro que ela tinha que seria usado para pagar o aluguel”.

A Polícia Civil informou que já instaurou um inquérito para investigar o caso, mas esclareceu que o suspeito pode ser preso em flagrante por ter agredido a mulher, mas a lei não permite a prisão imediata para o crime de estupro.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.