Brasil

Onde está Lázaro? Entenda por que a polícia não consegue encontrar o serial killer

Mais de 200 agentes de quatro corporações diferentes estão há duas semanas focados em buscar Lázaro, mas sem sucesso

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do Metrópoles
Onde está Lázaro? Entenda por que a polícia não consegue encontrar o serial killer
(Foto: Reprodução/Gustavo Moreno/Especial Metrópoles)

22 de junho de 2021 - 10:21 - Atualizado em 22 de junho de 2021 - 10:22

As buscas por Lázaro Barbosa, de 32 anos, já duram duas semanas. Desde que ele deixou quatro mortos de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, o homem tem feito moradores de refém, invadido propriedades, furtado carros e armas e, principalmente, tem conseguido escapar dos mais de 200 agentes da polícia que estão focados na busca pelo serial killer.

Policiais de quatro corporações diferentes estão mobilizados na busca de Lázaro. Nem mesmo cães farejadores, helicópteros e aeronaves com câmera de visão noturna, entre outros equipamentos, tem facilitado a vida dos agentes.

O Metrópoles fez um levantamento de motivos que estão dificultando as buscas por Lázaro. Confira:

Conhecimento da região

Como Lázaro trabalhou parte da vida em fazendas em Goiás, obteve um conhecimento muito grande de toda a área. Por isso, ele vem entrando e saindo de propriedades com tanta facilidade em despistar a polícia.

Com a capacidade de se infiltrar na mata e sobreviver sem dificuldade entre as plantações, os policiais afirmam que Lázaro está em sua zona de conforto, em um lugar que domina. Por isso, sabe onde os policiais o procurarão.

Perfil de Lázaro

O homem de 32 anos foi descrito por especialistas como um indivíduo com sinais de psicopatia que o impedem de sentir compaixão pela vida humana. Além disso, ele foi classificado como ‘spree killer’, ou seja, um assassino que mata suas vítimas aleatoriamente, sem que exista um padrão entre elas.

Por isso, Lázaro foi classificado como, além de muito perigoso, um indivíduo muito inteligente. Sua capacidade de despistar os policiais tem impressionado os agentes e cansado a população, que vive com medo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.