Brasil

Mulher pede ajuda com ‘X’ na mão em farmácia e denuncia marido agressor

A mulher estava com filha de 10 anos e contou à polícia que o marido a havia agredido

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do ND+
Mulher pede ajuda com ‘X’ na mão em farmácia e denuncia marido agressor
(Foto: Divulgação/CNJ)

5 de julho de 2021 - 11:30 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 11:31

Uma mulher vítima de violência doméstica fez uso de uma campanha do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e denunciou o marido agressor, em uma farmácia no Vale do Itajaí, Santa Catarina. A vítima, de 40 anos, foi até o estabelecimento e, com um X vermelho na mão, alertou um dos atendentes, que acionou a Polícia Militar.

Segundo o ND+, a mulher estava junto da filha de 10 anos e contou à polícia que o marido a havia agredido e também feito ameaças de morte contra as duas. A vítima também relatou que agressor tinha uma arma e, com frequência, utilizava o artefato para intimidá-la.

O homem chegou a levar a mulher na farmácia, mas suspeitou da movimentação no estabelecimento, fugiu e não foi mais localizado. A Polícia Militar foi até a casa da vítima e apreendeu uma espingarda calibre 32 e também 13 munições do mesmo calibre.

O X vermelho contra a violência doméstica

Em junho de 2020, o Conselho Nacional de Justiça lançou a campanha Sinal Vermelho contra a violência doméstica. A campanha é feita em parceria com farmácias de todo o país, onde os atendentes são instruídos a acionar a polícia ao receber uma vítima com um “X” vermelho em uma das mãos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.