Brasil

Criança de 11 anos que comeu marmita envenenada não anda e nem fala

O menino está hospitalizado há mais de um mês; outras duas pessoas morreram

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Criança de 11 anos que comeu marmita envenenada não anda e nem fala
Foto: Reprodução/Record TV

26 de agosto de 2020 - 17:47 - Atualizado em 26 de agosto de 2020 - 17:53

Uma criança de 11 anos que comeu uma marmita envenenada distribuída a moradores de rua em Itapevi, na Grande São Paulo, no dia 21 de julho deste ano, está sem andar e falar.

De acordo com o pai no menino, Flávio Araújo, ele permanece internado em estado grave com as funções neurológicas comprometidas. Além de sofrer as consequências causadas pelo chumbinho usado para envenenar as vítimas, a criança desmaiou e bateu a cabeça no chão com força, o que também provocou consequências em seu estado de saúde.

“Assim que meu filho comeu, passou 15 minutos, ele já desmaiou. […] Ele não está falando, não está andando, não conhece. Só está escutando bem”, lamenta o pai inconformado. 

Marmitas envenenadas 

O menino foi uma das quatro vítimas que se alimentaram com as marmitas envenenadas. Dois homens que viviam em situação de rua e um cachorro morreram após ingerirem a comida. Uma adolescente de 17 anos precisou ser hospitalizada, mas conseguiu se recuperar. 

As marmitas foram entregues por voluntários em um posto de combustíveis onde as duas das vítimas fatais estavam. A Polícia Civil acredita que elas tenham sido envenenadas após a entrega, já que um laudo descartou a possibilidade de que chumbinho tenha sido depositado durante a preparação dos alimentos.

O caso segue em investigação. Até o momento, ninguém foi preso.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.