Brasil

“Conseguiram o que queriam, né: matar ele”, afirma a esposa de Lázaro

Segundo os familiares, a ação policial foi exagerada e não estava focada na prisão de Lázaro, mas sim em sua morte

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do repórter Roberto Cabrini, da Record TV
“Conseguiram o que queriam, né: matar ele”, afirma a esposa de Lázaro
(Foto: Reprodução/R7)

28 de junho de 2021 - 13:17 - Atualizado em 28 de junho de 2021 - 13:17

A esposa de Lázaro, Helen, de 19 anos, falou exclusivamente com Roberto Cabrini, para Record TV, logo após a morte de Lázaro Barbosa, de 32 anos, nesta segunda-feira (28) em Águas Lindas, Goiás, após um confronto com a polícia.

“Um choque, né. Tô arrasada. Acho que não precisava desse desfecho. Desde o início eu tenho me disponibilizado para ir na mata, e eu tenho certeza que se eu tivesse ido com eles, cercado, ele ia se entregar. Os policiais do Goiás sempre quiseram ele pra matar, e não pra prender. E disso, eu tenho certeza. Por que, se quisessem ele vivo, eles iam ter ele vivo, se nós tivéssemos ido, a gente tinha convencido ele. Conseguiram o que queriam, né: matar ele.”, afirmou Helen.

Junto com ela estava uma tia, Amélia, que, segundo a família, era muito próxima do homem. Muito abalada, ela comentou sobre o estado em que Lázaro ficou após os tiros da polícia.

“Atiraram nele demais, não precisava de tudo aquilo. Por que não deu um tirinho ou dois nas pernas? Pra que ele se entregasse, se recuperasse, pra ele explicar o que ele fez. Foi muito cruel o que fizeram com ele. Eu concordo que ele estava disposto a não se entregar. Não tem canto no corpo dele que não tem um tiro.”

Helen afirmou que pretende seguir sua vida e negou que foi vítima de agressão de Lázaro.

“Vou cuidar da minha filha e passar a imagem do pai dela que ela sempre teve: amoroso, cuidadoso e um ótimo pai. Ele era um amor de pessoa com a gente. É o nosso menino, não consigo acreditar que ele se foi.”

No momento da captura, Lázaro estava próximo da residência da ex-esposa e ex-sogra. Quando questionada sobre como se sentia com a possibilidade de Lázaro procurar a ex, Helen afirmou que ele estava sem recursos.


“Acho que era a única opção que ele teve. “