Brasil

Coach que ensina pessoas a ficarem milionárias tem bens bloqueados por não pagar aluguel

Em um terceiro processo, o coach teve 1,026 milhão bloqueados em agosto para reparar os prejuízos sofridos pela Paiva Empreendimentos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do R7
Coach que ensina pessoas a ficarem milionárias tem bens bloqueados por não pagar aluguel
Foto: reprodução do R7

10 de outubro de 2020 - 18:17 - Atualizado em 10 de outubro de 2020 - 18:18

O coach que ensina pessoas a ficarem milionárias acabou tendo seus bens bloqueados por não pagar aluguéis de imóveis em São Paulo. O empresário José Roberto Marques já teve R$ 1,026 milhão bloqueados e é cobrado pela Paiva Empreendimentos Imobiliárias o valor de R$ 2.285.369,52 pelas mensalidades das salas para os cursos do Instituto Brasileiro de Coaching do qual é presidente e fundador.

Coach que ensina pessoas a ficarem milionárias deve diversas parcelas de valor mensal do aluguel é de R$ 161.328,20

De acordo com o portal R7, o Instituto Brasileiro de Coaching entrou na Justiça pedindo a redução de 50% nos aluguéis das salas na avenida Sargento Lourival Alves de Souza, no bairro Jardim Anhanguera, na capital paulista, durante a pandemia.

Entretanto, o pedido foi negado, pois a justiça paulista alegou que em suas palestras o coach tem dito que realizou negócios milionários mesmo durante a crise sanitária.

Em outro processo que corre na 1ª Vara Cível de São Paulo, está detalhado o resumo do drama do empresário. 

“Consta da inicial, em breve síntese, que a autora (IBC) realiza cursos e treinamentos de coaching e congresso, principalmente na forma presencial, com a participação de milhares de alunos em São Paulo; entretanto, em razão do isolamento social decorrente do covid-19 e proibição de funcionamento da empresa, todos os cursos foram remanejados para o final do 2º semestre de 2020, ensejando o aumento de inadimplência e cancelamento de contratos por parte de seus alunos”.

Conforme os autos, o valor mensal do aluguel é de R$ 161.328,20. A Paiva Empreendimentos Imobiliários não aceitou a redução dos valores porque, de acordo com ela, a inadimplência da IBC vinha de muito antes, desde 2018, quando o processo foi aberto na Justiça.

Em um terceiro processo, o coach teve 1,026 milhão bloqueados em agosto para reparar os prejuízos sofridos pela Paiva Empreendimentos.

O R7 entrou em contato com a assessoria de imprensa da IBC e de José Roberto Marques, que ficou de dar um posicionamento da empresa, mas não o enviou até o fechamento da reportagem. A Paiva Empreendimentos também não foi encontrada.