Brasil

Ator encontrado com saco na cabeça morreu por acidente, segundo IML

Luiz Carlos de Araújo foi encontrado morto em seu apartamento em São Paulo, no último dia 11

Aline
Aline Taveira / Produtora
Ator encontrado com saco na cabeça morreu por acidente, segundo IML
(Foto: Reprodução)

23 de setembro de 2021 - 09:03 - Atualizado em 23 de setembro de 2021 - 09:30

O laudo do Instituto Médico Legal (IML), divulgado nesta quarta-feira (22), apontou que a morte de Luiz Carlos de Araújo foi acidental. O documento ainda concluiu que a causa da morte foi asfixia e uso de drogas.

O ator 42 anos foi encontrado morto por amigos e pela Polícia Militar (PM), no último dia 11 de setembro, no seu apartamento no centro da capital paulista. Ele ficou conhecido após ter atuado na novela ‘Carinha de Anjo’, do SBT,

O resultado do exame necroscópico e informações da investigação apontaram, ainda, que o ator usou um saco plástico para tentar aliviar a ansiedade e acabou morrendo asfixiado. Desse modo, a principal hipótese investigada pela polícia para explicar a morte de Luiz Carlos é a de que ele morreu acidentalmente e não foi vítima de nenhum crime. No corpo do ator não foram encontrados sinais de violência e, ainda segundo o laudo, a morte dele teria ocorrido de quatro a cinco dias antes de o corpo ter sido encontrado.

Quem divulgou a morte do ator nas redes sociais foi sua amiga, Marilice Cosenza. Ela contou que tanto ela, quanto outras amigas, tentava entrar em contato com Luiz há alguns dias. No sábado, tentaram o dia todo, mas o celular dele estava desligado. Então, decidiram ir até o apartamento para saber se estava tudo bem.

A porta do imóvel estava fechada por dentro e nenhuma câmera gravou a entrada de qualquer pessoa no apartamento além do ator. Os amigos do ator não relataram qualquer sinal de depressão de Luiz Carlos. O laudo confirmou, no entanto, o consumo de remédios e drogas.

Após a confirmação do IML, o Ministério Público (MP) pode pedir o arquivamento do caso à Justiça, já que não há culpados pela morte de Luiz Carlos.