Brasil

Acusada de matar grávida e roubar o bebê deve ser avaliada por psiquiatra de Suzane Von Richthofen

A defesa não acredita no primeiro laudo, que afirmou que Rozalba é mentalmente sã

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do ND+
Acusada de matar grávida e roubar o bebê deve ser avaliada por psiquiatra de Suzane Von Richthofen
(Foto: Reprodução/ND+)

28 de maio de 2021 - 15:26 - Atualizado em 28 de maio de 2021 - 15:26

A defesa de Rozalba Maria Grime, de 26 anos, pediu uma nova avaliação psiquiátrica da acusada de matar uma grávida na cidade de Canelinha, SC, para roubar o bebê, em 27 de agosto de 2020. O psiquiatra indicado pelo caso é o psiquiatra forense Hewdy Lobo, conhecido por casos de grande repercussão como o de Suzane Von Richthofen.

Após a primeira avaliação psiquiátrica, Rozalba foi considerada mentalmente sã. Segundo o Ministério Público, ela deu uma tijolada na amiga que estava grávida de 8 meses, tirou o bebê com um estilete e chegou ao hospital como se tivesse dado à luz à criança. Rozalba também estava grávida meses antes, mas perdeu o bebê e teria planejado roubar o bebê da amiga. 

O julgamento de Rosalba ainda não tem data prevista. De acordo com o ND+, ela deve responder pelos crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio, subtração de incapaz, ocultação de cadáver e fraude processual.

O marido de Rozalba, Zulmar, foi acusado de participar do crime, mas o inquérito policial concluiu que ele não sabia das intenções de Rozalba. Ele havia sido preso em agosto, mas teve a prisão revogada em outubro, com a conclusão das investigações.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.